Mariza Palomares – Liberta de uma seita

PROPÓSITO – Combater os erros que habita na Igreja, e mostrar que, em Cristo, os crentes encontram tudo o que precisam.

AUTORA – Mariza Palomares, 44 anos de idade, residente na cidade de São Paulo.

DESTINATÁRIOS – Á todos os membros da “Sã Doutrina Espiritual do Sétimo Dia”.

DATA – Agosto de 2009.

PANORAMA – Nunca tomamos o conhecimento de seu fundamento. A Igreja, entretanto, tem sofrido a infiltração de um relativismo religioso por meio do qual alguns crentes tentam combinar elementos espíritas com a doutrina cristã. Vamos combater esses falsos ensinos e afirmar a suficiência de Cristo.

PESSOAS CHAVES – Mariza Palomares, e todos que estão de acordo com a Doutrina de Jesus.

LUGARES CHAVE – Em todas as cidades onde estão localizadas a “Sã Doutrina Espiritual do Sétimo Dia”.

INTRODUÇÃO

Família, amigos, parentes em geral. Vou declarar a vocês a história real da minha vida e como foi viver anos e anos na companhia de uma pessoa em que confiava muito, e amava demais, fazia tudo o que ela pedia, pois era mais que uma amiga, era como minha mãe. Em todas, ocasiões eu sempre estava ao lado dela, chegava a dizer para outras pessoas que ela era perfeita em tudo, e que tinha o privilégio de conhecer, defendia ela de acusações maldosas, se fosse preciso até mesmo discutia com pessoas que criticavam; eu dizia que ela era única e que jamais encontraria outra pessoa igual. Realmente me considerava muito feliz, pois se um dia eu morresse, ficaria contente, pelo menos eu teria conhecido essa pessoa maravilhosa, quando eu mencionava seu nome para outras pessoas, me diziam assim; Nossa nunca ouvi falar dela, quantos anos ela tem? É nova por aqui? Eu respondia: é uma pena vocês não conhecerem, pois já tem muitos anos que mora no Brasil, as pessoas ficavam admiradas por não a conhecer, então com a boca cheia de orgulho respondia; apenas Pessoas especiais que “ELA” escolheu podem fazer parte do seu grupo de amigos, pois ela era diferente em tudo, exclusiva, o mundo inteiro vai conhecer um dia minha grande amiga.

Mas num belo dia, aconteceu algo que jamais imaginava, descobri que minha grande amiga não era tão correta como imaginei, mas como? Ela estava traindo minha confiança, ela não me amava o quanto eu pensava, ela não era transparente como pensei, ela foi se rebelando pouco a pouco e mostrando sua verdadeira identidade, a cada dia era uma apunhalada pelas costas, mesmo assim continuava amando-a, com toda sinceridade do meu coração, algumas falhas que vinha surgindo tentei remendá-las, ou seja, fazer um concerto, mas como eu faria um remendo em algo que era perfeito?

Pensava eu assim…

E com o tempo foi se revelando, algo que estava escondido aos meus olhos, passei noites em claro procurando respostas para tudo que estava acontecendo com minha grande amiga, sofri muito.

Mas até então não sabia que alguém “Especial” estava de olho em mim, essa Pessoa me incomodou muito e fez com que eu confessasse as falhas dela e não permitiu que me calasse, pois esse alguém é acima de qualquer amigo, tinha autoridade sobre ela e cobrava de mim uma solução urgente, então descobri que era impossível por remendos, tive que eliminar essa amizade e começar do zero, pois se fosse perfeita eu jamais abandonaria, não teria necessidade de procurar outro grande Amigo em outro lugar.
Então tomei a decisão e coragem para dizer �Adeus� para minha amiga, e hoje apresento a todos o meu Grande, Único, Suficiente e Exclusivo Amigo, Ele não tem falhas, és perfeito em tudo. À Ele foi dado toda honra, glória e poder…e seu Nome se ouve falar no mundo inteiro, e todos vão se apresentar diante Dele, e seu nome glorioso, maravilhoso, conselheiro o todo poderoso….JESUS CRISTO.

No ano de 1969, no dia 17 de julho, o primeiro aviso á um dos irmãos da sã doutrina do sétimo dia, um sonho de profecia, com frases marcantes, marca do rádio era BEL, lembrei-me da “torre de Babel”.

Passado 9 anos, outro aviso no dia 01-05-78, o Senhor avisa a mesma pessoa que algo estava errado, assim como Deus sempre avisou seu povo. Nesse sonho de profecia, algumas frases nos chamam atenção, “casa de madeira”, “água limpa e água suja”, com barro preto saindo de uma mesma torneira, e comeram os frutos assim mesmo, “mal lavados”… lugar da mesa espiritual havia um doente com o rádio ligado bem alto… não tinha Escritura, nem água, nem óleo, nem preparo para o batismo.

Após 19 anos… Deus torna avisar a mesma pessoa, dessa vez no dia 24-03-97, o Senhor quer providencias e ninguém faz nada, em algumas frases do sonho de profecia diz assim; “igreja muito grande”… “só com meia luz”… “a igreja toda calada diante daquela situação”… “13 centímetros fora de prumo”… “esta em perigo”… “você é o responsável”… um irmão acusa o outro…”então é o culpado”…então ele olha para cima e vê; a torre da igreja, que esta fora de prumo muito mais de 13 centímetros e tombada para trás.

No manuscrito do saudoso irmão Luiz Gálio, uma frase chamou-me atenção. Enquanto eu pensava, lembrei-me da torre de Babel e depois então escrevi o hino dos planetários do céu, com referencia aos nossos tempos.

No mês de agosto de 2009 estivemos em Campinas, conversando com alguns irmãos sobre essa doutrina e no meio da conversa ele cita a seguinte frase; está parecendo uma “torre de Babel”, então respondemos: verdade essa confusão de línguas e o povo não se entendem, dentro de uma doutrina varias formas de entendimento, cada um forma o seu.

OBS: Babel significa confusão de vozes ou de línguas, desordem, confusão, balbúrdia.
Babilônia: O nome Babilônia “provém de Babel” que simboliza a religião falsa, a feitiçaria, a astrologia e a rebelião contra Deus; Gn 10:8, 9, 10 – e Cuse gerou a Ninrode; este começou a ser poderoso na terra. E este foi poderoso caçador diante da face do Senhor, e o principio do seu reino foi Babel.

11 de Genesis, verso 04 e 05 – E disseram; Eia, edifiquemos nós uma cidade e uma torre cume toque nos céus, e façamos um NOME, para que não sejamos espalhados sobre a face de toda a terra. Então desceu o Senhor para ver a cidade e a Torre que os filhos dos homens edificaram;

Verso 07 – Eia, desçamos, e confundamos ali a sua língua, para que não entenda um a língua do outro.

Verso 09 – Por isso se chamou o seu nome Babel, porquanto ali confundiu o Senhor a língua de toda a terra, e dali os espalhou o Senhor sobre a face de toda a terra.

OBS. DEIXEM O ESPÍRITO SANTO USAR A LINGUAGEM CERTA DENTRO DE VOCÊS, REVISTAM DE UM NOVO LINGUAJAR, CHEGA DE POR JUÍZO SOBRE PESSOAS.

RELATOS TIRADOS DE UM LIVRO DA DOUTRINA.

No passado a doutrina não tinha nome certo. Recebeu o nome atual há aproximadamente 40 anos. Ela era conhecida de várias maneiras: como Israelitas, Israelita da paz, Crente espiritual, Lei espiritual. Quando as pessoas começaram a ler a Bíblia, então aos poucos foi se chamando sã doutrina do sétimo dia. Passou muitos anos até todos conhecer a doutrina pelo nome atual.

Obs. Varias searas trabalhavam com as três comunicações no sábado, mas não tinha pregação.

Obs. Foi com xxxxxxxxx que ouvi o ensinamento sobre sofredor que chora, guia duas vezes e guarda do sábado até a tardinha. Antes disso, nunca tinha ouvido falar. Xxxxxxxx não aceitava sofredor que chora e guia duas vezes. Havia divisão no meio do povo, pois os dois irmãos viveram na mesma época e eram líderes renomados no meio da irmandade. Estas diferenças de entendimento se mantém até hoje.

Obs. Os vícios de fumar e beber eram comuns. Os irmãos iam para a seara congregar e levavam a palha no bolso, para fazer o cigarro, fumavam em publico. Bebiam escondido, as vezes numa seara uma pessoa não gostava da outra e por qualquer motivo se separava, levantava calunia e formava outra seara. Uns recebiam guias e cânticos de hinos massacrando os outros. Era algo comum.

Obs. No começo da doutrina existiam poucos hinos, por isso era comum cantar outros hinos protestantes. Ensinei e muito preguei contra isso, pois achava que nossos cânticos eram verdadeiros e espirituais e não feito por homens.

Obs. Porém o vidente tem que profetizar e interpretar.
Obs. Já vi muita falta de bom senso.
Obs. Existem muitas tradições na doutrina.
Obs. É difícil as pessoas que já vem num ritmo mudar.
Obs. As pessoas acreditam naquilo que aprenderam e não aceitam mudar, mesmo que a Bíblia diga outra coisa.

Irmãos depois de meses de pesquisa sobre o fundamento da doutrina, não me restou dúvidas e escolhemos seguir as Escrituras, a Sã Doutrina de Jesus. Que a graça paz, a misericórdia da parte de Deus nosso Pai e da parte do Senhor Jesus Cristo reine com todos vós, Amém.

Como posso comprovar o que estou dizendo?
Com ajuda do Espírito Santo, que me convenceu do erro das comunicações com os supostos espíritos.

Como posso provar?
Pesquisando toda história e fundação da doutrina.

O que mais me chamou atenção?
O número de vezes, que é mencionado o nome Allan Kardec.
No site www.sadoutrina.org é mencionado as duas versões do fundamento (que foram alteradas depois de nossa manifestação), e algumas frases nos despertou um estudo maior sobre o fato ocorrido, preste atenção nesses escritos.

Ora, mas existia no grupo deles um homem da linhagem espiritista Allan Kardec, o qual já tinha luz no caminho espiritual…
Deixai-me atende-la, caso volte outra vez…
E entenderam que certamente era o seu anjo que falava por seu intermédio, para advertência do povo…
Então foram alertados pelo mesmo espírito, acerca da separação do joio e do trigo.
E vendo o homem da Allan Kardec que era uma nova doutrina que surgia, apartou-se deles e depois de muitos dias congregou-se de novo.
O carreiro freqüentava um centro espiritista da linhagem kardecista que se reunia duas vezes por semana.
O pai surpreendido resolveu comunicar aos demais membros do centro.

AGORA PERGUNTO A VOCÊS;

QUE LUZ ERA ESSA QUE O HOMEM TINHA? SE ELE ERA KARDECISTA? SE A PRÓPRIA PALAVRA DE DEUS REPROVA ESSA DOUTRINA?
OBSERVEM QUE FOI ESSE MESMO HOMEM, QUE PASSAVA A DOUTRINA PARA AS PESSOAS QUE LÁ ESTAVAM.

QUE TIPO DE espírito FOI ESTE?
COMO PODE SURGIR UMA NOVA DOUTRINA? SE A DOUTRINA DE CRISTO EXISTE A MAIS DE 2000 MIL ANOS?
OBSERVEM QUE O PAI DA MENINA JÁ FREQÜENTAVA UM CENTRO.

Hoje sei que a comunicação com os mortos é uma pratica antiga, no velho testamento o Senhor Deus já repreendia o povo por essa desobediência: DEUT – cap. 18:9 ao 15, ISAIAS – 8:19 ao 22, ATOS – cap. 16:16 ao 19. Busquem sabedoria e orem a Deus, e peça entendimento espiritual e não entendimento espírita. Vejam a diferença entre essas palavras. POIS essa doutrina surgiu de uma ramificação kardecista, e pela PALAVRA os kardecistas não podem herdar o reino dos céus.

COM TUDO ISTO A SUA IRA NÃO SE APARTOU, MAS AINDA ESTÁ ESTENDIDA A SUA MÃO. Isaias 10:4

CONHEÇAM AGORA UM POUCO DO EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO PELO ALLAN KARDEC, TERÃO A OPORTUNIDADE DE CONFIRMAR TUDO O QUE PESQUISEI, POIS NÃO FALO DE MIM MESMA.

VALE A PENA…
O discurso de Paulo provocou reações diversas; alguns riam, outros foram procurar mais informações e poucos creram. Não hesite em contar aos outros sobre CRISTO por temer que alguns não acreditarão em você. E não espere uma resposta unanimemente positiva ao seu testemunho. Mesmo que apenas alguns poucos acreditem, terá valido a pena.

O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO ALLAN KARDEC

Quem é Allan Kardec?

Um homem chamado Hippolyte Leon Denizard Rivail nasceu em Lyon, na França, em 3 de outubro de 1804, e desencarnou em 1869.

Em 1855 começou a estudar os fenômenos das manifestações dos espíritos que se revelavam pelas mesas girantes, grande atração publica da época na França.

Em 1858, fundou a sociedade Parisiense de estudos espíritas e a Revista Espírita, lançando na pratica o Espiritismo, não apenas em Paris, mas em toda a França, alcançando a Europa inteira e todo o mundo, incluindo a América Latina. Alguns anos depois de sua morte, foi editado o livro Obras Póstumas publicadas por seus fieis continuadores, contendo entre outros escritos inéditos e sua própria iniciação e base para a historia do Espiritismo no mundo.

Em 1857, Allan Kardec publica seu primeiro livro; “O Livro dos Espíritos”.
Princípios da Doutrina Espírita no seu aspecto filosófico.
Em 1858, Revista Espírita.
Publicada mensalmente de 1858 a 1869, sob a direção de Kardec, constituindo hoje uma coleção em 12 volumes com todas as edições originais deste período.
Em 1859; O livro: “O que é o Espiritismo?”.
Resumo dos princípios da Doutrina Espírita e respostas as principais objeções.
Em 1861; O livro: “O livro dos Médiuns”.
Teoria dos fenômenos espíritas. Aspecto cientifico “experimental e pratico da Doutrina.
Em 1862; O livro: “O Espiritismo em sua expressão mais simples”.
Exposição sumaria dos ensinamentos dos espíritos.
Em 1864; O livro: “O Evangelho Segundo o Espiritismo”.
Ensinamentos morais do Cristo.
Sua concordância com o espiritismo e a revelação da natureza religiosa da Doutrina.
Em 1865; O livro: “O céu e o inferno”.
A justiça Divina segundo o Espiritismo.
Em 1868; O livro: “A Gênese”.
Os milagres e as predições segundo o espiritismo.
Em 1869; O livro: “Viagem Espírita”.
Serie de discursos de Allan Kardec, proferidos durante a visita a cidades do interior da França, em sua primeira viagem a serviço do Espiritismo.
Em 1890; O livro: “Obras Póstumas”.
Escritos e estudos do codificador com anotações preciosas sobre os bastidores da fundação do Espiritismo.
Allan Kardec confirma que o Espiritismo é a terceira revelação, sendo a 1º Moisés, a 2º Cristo.

ESPIRITISMO: É a nova ciência que vem revelar aos homens, por meio de provas irrecusáveis a existência e a natureza do mundo espiritual e suas revelações com o mundo físico. O Espiritismo nos revela esse mundo espiritual, não mais como algo sobrenatural, mas, ao contrário, como uma das forças vivas.
O Espiritismo é a chave com a ajuda da qual tudo se explica com facilidade. O Espiritismo é a terceira revelação da lei de Deus, ele não foi personificado em nenhum individuo, pois ele é o produto do ensinamento dado, não por um homem, mas pelos “espíritos”, que são as vozes do céu, em todos os pontos da terra, servindo-se para isso de uma multidão incontável de médiuns. É de algum modo, um ser coletivo, abrangendo o conjunto de seres do mundo espiritual, vindo cada um, trazer aos homens a contribuição de suas luzes para fazê-los conhecer aquele mundo e a sorte que nele os espera. Moises começou, Jesus continuou, o Espiritismo concretizará a obra.
Obs. Se eu crer nisso, anulo o cap. 19 S. João 30 “Está consumado”.

O Significado dessas palavras:

Espírita: O que tem relação com o Espiritismo, partidário do espiritismo, aquele que crê nas manifestações dos espíritos. Um bom, um mal espírita, a Doutrina Espírita.

Espiritismo: Doutrina fundada sobre a crença da existência dos espíritos e de suas manifestações.

Espiritualismo: Diz-se no sentido oposto ao do materialismo, crença na existência da alma espiritual e imaterial. O espiritualismo é a base de todas as religiões.

Médium: (do latim, médium, meio, intermediário).

Pessoa podendo servir de intermediaria entre os espíritos e os homens.

Espírito: No sentido especial da Doutrina Espírita, os espíritos são os seres inteligentes da criação, que povoam o universo fora do mundo material, e que constituem o mundo invisível. Não são seres de uma criação particular, mas as almas daqueles que viveram sobre a terra ou em outras esferas, e que deixaram o seu envoltório material.

Psicofonia: Comunicação dos espíritos pela voz de um médium falante.
Os espíritos se comunicam por intermédio de médiuns, que lhes servem de instrumentos e interpretes.

Alguns tipos de Médiuns que o livro relata:

Médiuns sensitivos: Pessoas suscetíveis de sentirem a presença dos espíritos por uma impressão geral ou local, a maioria distingue os espíritos bons ou maus pela natureza da impressão.

Médiuns facultativos ou voluntários: Aqueles que tem o poder de provocar os fenômenos por um ato de sua vontade.

Médiuns motores: Aqueles que produzem o movimento dos corpos inertes. Muito comuns.

Médiuns de Aparições: Os que podem provocar aparições fluídicas ou tangíveis, visíveis para os assistentes. Muito excepcionais.

Médiuns de transportes: Aqueles que podem servir de auxiliares, aos Espíritos para o transporte.

Médiuns curadores: Os que têm o poder de curar ou de aliviar pela imposição das mãos ou pela prece.

Médiuns audientes: Os que ouvem os espíritos, bastantes comuns. Há muitos que crêem ouvir o que não está senão em sua imaginação.

Médiuns falantes: Aqueles que falam sob a influencia dos Espíritos. Bastante comum.
Médiuns videntes: Os que vêem os espíritos em estado de vigília, mas a visão habitual ou facultativa dos espíritos, sem distinção é excepcional.

Médiuns inspirados: Aqueles cujos pensamentos são sugeridos pelos Espíritos, o mais freqüentemente com o seu desconhecimento, seja nos atos ordinários da vida, seja nos grandes trabalhos da inteligência.

Médiuns de pressentimentos: Pessoas que em certas circunstancias, têm uma vaga intuição das coisas futuras vulgares.

Médiuns Proféticos: Variedades dos médiuns inspirados ou de pressentimentos recebem com mais precisão a revelação das coisas futuras de um interesse geral.

Médiuns sonâmbulos: Aqueles que, nos estado de sonambulismo são assistidos pelos espíritos.

Médiuns músicos: Os que executam, compõem ou escrevem musica sob a influencia dos espíritos. Há médiuns músicos mecânicos, semimecânicos, intuitivos e inspirados, como para as comunicações literárias.

Médiuns intuitivos: Aqueles com os quais os espíritos se comunicam pelo pensamento e cuja mão é guiada pela vontade, o médium intuitivo escreve o pensamento que lhe é sugerido instantaneamente sobre um assunto determinado e provocado.

São muito comuns, mas também muito sujeitos ao erro, porque, freqüentemente não podem discernir o que provem dos espíritos ou de si mesmos.

Médiuns iletrados: Os que escrevem como médiuns sem saberem nem ler, nem escrever em estado normal.

Médiuns flexíveis: Aqueles cujas faculdades se prestam mais facilmente aos gêneros de comunicações, e pela qual todos os espíritos, ou quase todos, podem se manifestar espontaneamente ou por evocação.

Médiuns historiadores: Aqueles que tem uma aptidão especial para o desenvolvimento histórico. Esta faculdade, como todas as outras, é independente dos conhecimentos do médium, porque se vêem pessoas sem instrução e mesmo crianças tratarem de assuntos bem acima de sua capacidade.

Médiuns convulsivos: São de um estado de excitação quase febril, sua mão e algumas vezes toda a sua pessoa, é agitada por um tremor que não podem dominar. A causa primeira sem duvida, esta no organismo, mas depende muito também da natureza dos espíritos que se comunicam por eles, os espíritos bons e benevolentes produzem sempre uma impressão doce e agradável, os maus ao contrario, produzem uma impressão penosa.

Obs. O que o livro relata sobre esse tipo de médium;
É preciso que esses médiuns não se sirvam, senão raramente de sua faculdade medianimica, cujo uso muito freqüente poderia afetar o sistema nervoso.
Ai esta alguns exemplos de médiuns mencionados no Livro dos médiuns, são mencionados mais de trinta, relatei os mais parecidos, ou seja, idênticos, com o que eu via na doutrina que seguia.

No livro manuscrito feito pelo irmão Luiz Gallio, em sua busca incansável a procura de noticia da fundadora (uma menina) como conta a historia, o irmão Luiz queria encontrar ao menos uma pessoa da família ou que viveu próxima da menina, que pelo menos soubesse o nome dela, mas de nada adiantou em suas viagens. E encerra a sua historia sem encontrar o que tanto procurava e de tudo o que ouviu, deixou por escrito. E tem uma parte da historia que nos chamou muita atenção que diz assim: Ora, mas existia no grupo deles um homem da seita espírita “Allan Kardec”, o qual já tinha luz no caminho espiritual. E este caupelou na mensagem do anjo e levantou sua voz e disse � lhes: Não façam alvoroço, ela não se despediu e nem tampouco estava variando, mas certamente era seu anjo, que falava-lhe para o nosso bem.

Deixai-me atendê-la, caso volte outra vez. Ora, esta proposta despertou a curiosidade de todos que estavam ali. E se ajuntaram na expectativa de ouvi-la novamente. E aguardavam no maior silêncio. Logo depois ela sentou-se novamente e também o espírita se levantou para atendê-la. E assim surgiu as 3 comunicações; buscando alguns relatos também no livro de visões nº 1, diz assim do principio;

No dia 07/07/1914 na Cidade de Bernardino de Campo na região Sorocabana, Estado de São Paulo, existiu um Centro Allan Kardec que se reuniam duas vezes por semana. Um homem que era carreiro e freqüentava o centro, tinha uma filha com 12 anos de idade que ajudava o pai no trabalho material. Obs. Terminada a seção espírita a família voltou para o seu rancho, a menina revelou para o seu pai os assuntos espirituais que havia recebido pelo ESPIRITO SANTO, como devia trabalhar com as 3 comunicações.
P.S: Diz assim: Devido à mistura Allan Kardec, com o trabalho muito fraco, trabalhavam uma semana sim e outra não.

ALGUNS RELATOS DE ACONTECIMENTOS DO INICIO SEM BASE BÍBLICA

Obs. Eles cantavam hinos da religião protestante porque o ESPIRITO SANTO não havia manifestado hino espiritual na congregação.

Obs. A Maria José sendo Espírito Santo era o guia da vidente a D.Olímpia o auxiliava o Felício na pregação, eles melhoraram muito seus entendimentos na Sagrada Escritura.

Obs. O batizado era realizado segundo o costume Allan Kardec com 2 testemunhas que chamavam de compadre e comadre e assim por diante.
Eles começaram o trabalho com as três comunicações, e o João Barreto de Oliveira recebeu o dom de cantar hino novo e em seguida dom de visão e transporte. O hino recebido por ele dizia para o povo de Deus saudar com osculo santo que é as Paz de Deus.
Na zona kilombo no patrimônio do Rosa foi colhido o Afonso Estevão que era vidente Allan kardec, quando ele se converteu nos ensinos espirituais ele cultivou esse de vidente.

O José Marques começou a pregar os ensinos espirituais, cantar hino. O José Marques que era da religião Allan Kardec falou que era para eles irem no sábado fazer um trabalho espiritual na sua casa.

Obs. Nesse intervalo o espírito do menino subiu e por Deus ficou um sofredor tomando conta do corpo até a chegada do médico. Eles abriram um curativo antes de nos chegarmos, o espírito do menino já sendo Espírito Santo ficou no corpo e trabalhou como vidente, dominou o trabalho inteiro como sendo o melhor vidente.
Obs. Germinio foi passear na casa do velho Simão, toda a família era Allan Kardec e insistiram para Germinio presidir o trabalho. Quando terminou o trabalho o espírito Allan Kardec tomou o Germinio e deu uma vidência fora do comum.
Obs. Na hora o espírito sofredor tornou a passar com a D. Francisca e ganhou a luz, essa mulher se converteu e cultivou o dom de receber espírito sofredor que chora, ela trabalhou com esse dom até desencarnar.

Voltamos novamente para o manuscrito feito pelo irmão Luiz Gallio, onde diz que os mistérios e origem não podem ser esquecidos. Este acontecimento que conta foi investigado por ele mesmo, quando a doutrina aproximava quarenta e cinco anos de sua manifestação, ou seja, formada.

Vamos á algumas evidencias desse escrito:
Enquanto eu pensava, lembrei-me da torre de babel e depois então escrevi o hino dos planetários do céu, com referencia aos nossos tempos.

E seguimos para Cerqueira César, e já perto desta encostamos próximos a alguns arbustos, onde passei a admirar o lugar. E me veio uma tristeza profunda, e de um velho para outro fomos informados a respeito de uma mulher velha, nascida no lugar, chamada D. Ana que era viúva e antiga no lugar. Ela diz: Nos também somos crentes e santificamos o sábado e ao meio dia temos seção dos anjos.
Então o irmão Luiz conta para essa senhora tudo sobre o descobrimento e o que ele estava a procurar, a mulher diz a ele;
Pois admira-me de não saber que isto já há muito tempo foi escrito por um grande sábio, ele nos escreveu um livro bi teor da bíblia e suas palavras foram bem adequadas em todas as gestões dos santos apóstolos e profetas.

Obs: Que nesse momento o irmão Luiz percebe que a mulher esta falando do Evangelho Segundo Allan Kardec. Ele responde pra Senhora: Não minha senhora, conforme hoje se vê, não é assim não, esse livro não manda guardar o sábado e nem explica a sessão dos anjos; isto é derivação de doutrina, mudança de seita para outra seita, isto é espírita passando para espiritual.

Obs: “A salada que foi feita”. Essa mulher era espírita e também guardava o sábado e ao meio dia tinha a sessão dos anjos. Em um lugar do livro ele diz assim: Seria útil para os crentes saberem uma realidade deste passado do que poderia ser lida para o futuro, como uma historia em recordação ao nosso povo, pois é importante que a doutrina tenha descrição dos seus mistérios e compreensão da Bíblia que é um livro santo.

Obs. Mas quanto á doutrina, as suas resoluções é de que estão comendo sem saber de onde vem. Essa frase esta registrada no livro do Luis Gallio. Então fomos pesquisar quem é, quem foi o Allan Kardec, que está tão presente nessa historia toda, desde a fundação e de agora por diante farei relatos de seita para outra seita. Para provar, meus amados irmãos, que todos nos e ate mesmo os fundadores, fomos vitimas desse mau espírito, que há 152 anos atrás publicou seus livros com uma nova doutrina dizendo ser a terceira revelação. Ouvi a palavra irmãos, abre os olhos.
Quem tem ouvidos, ouça o que o espírito diz as igrejas.

VAMOS ANALISAR AGORA ALGUNS ESCRITOS DO LIVRO DOS ESPIRITOS.

Na escala Espírita…

Terceira ordem – Espíritos imperfeitos.
Segunda ordem – Bons espíritos.
Primeira ordem – Espíritos puros.
Diz assim: Finalmente a experiência deu a conhecer muitas outras variedades da faculdade mediadora, vindo-se a saber que as comunicações podiam igualmente ser transmitidas pela palavra, pela audição, pela visão, pelo tato, etc…e até pela escrita direta dos espíritos, isto é, sem o concurso da mão do médium, nem do lápis.

No que diz o livro:
Os espíritos pertencem a diferentes classes e não são iguais, nem em poder, nem em inteligência, nem em saber, nem em moralidade. Os da primeira ordem são os espíritos superiores, que se distinguem dos outros pela sua perfeição, seus conhecimentos, sua proximidade de Deus, pela pureza de seus sentimentos e por seu amor do bem. São os anjos ou puros espíritos. Os das outras classes se acham cada vez mais distanciados dessa perfeição, mostrando-se os das categorias inferiores, na sua maioria, privados das nossas paixões: o ódio, a inveja, o ciúme, o orgulho e etc… Comprazem-se no mal. Há também entre os inferiores os que não são nem muito bons nem muito maus, antes perturbadores e predadores, do que perversos.

Os espíritos não ocupam perpetuamente a mesma categoria. Todos se melhoram passando pelos diferentes graus da hierarquia espírita.

Os espíritos se manifestam espontaneamente ou mediante evocação.
Podem evocar-se todos os espíritos; os de nossos parentes, amigos ou inimigos, e dotar-se deles, por comunicações escritas ou verbais, conselhos, informações sobre a situação em que se encontram no além, sobre o que pensam ao nosso respeito, assim como as revelações que lhes sejam permitidas fazer-nos.

No que diz essa parte:
Um fato demonstrado pela observação e confirmado pelos próprios espíritos é o de que os espíritos inferiores muitas vezes usurpam nomes conhecidos e respeitados. Quem pode, pois afirmar que os que dizem ter sido, por exemplo, Sócrates, Julio César, Carlos Magno, Ferelon, Napoleão, Washington e etc…Tenham realmente se manifestado? Esta duvida existe mesmo entre alguns adeptos fervorosos da doutrina espírita, os quais admitem a intervenção e a manifestação dos espíritos, mas inquirem como se lhes pode comprovar a identidade. Semelhante prova é, de fato, bem difícil no produzir-se. Pode-o ao menos por presunção, segundo certos indícios.

No que diz: Quando se manifesta o espírito de alguém que conhecemos pessoalmente, de um parente ou de um amigo, por exemplo, normalmente se há pouco tempo que morreu, sucede geralmente que sua linguagem se revela de perfeito acordo com o caráter que tinha aos nossos olhos, quando vivo. Já isso constitui indicio de identidade. Não mais, entretanto, há lugar para duvidas, desde que o espírito fala de coisas particulares, lembram acontecimentos de família, sabidos unicamente do seu interlocutor. Obs: Só os espíritos que atingiram certo grau de purificação se acham libertos de toda influencia corporal.

Obs. A verdadeira doutrina espírita esta no ensino que os espíritos deram, e os conhecimentos que esse ensino comporta são por demais profundos e extensos para serem adquiridos de qualquer modo. O mérito que apresenta cabe todo aos espíritos que a ditaram.

COM ATENÇÃO ESSA PARTE DO LIVRO:
Os espíritos em geral admitem três categorias principais, ou três grandes divisões. Na ultima a que fica na parte inferior da escala, estão os espíritos imperfeitos, caracterizados pela predominância da matéria sobre o espírito e pela propensão para o mal. Os da segunda se caracterizam pela predominância do espírito sobre a matéria e pelo desejo do bem, são os bons espíritos. A primeira finalmente compreende os espíritos puros, os que atingiram o grau supremo de perfeição.

Observamos que; já existia as 3 classes ou três tipos de comunicação, e da mesma maneira começando da ultima á primeira, ficando assim nessa escala.
3º ordem – Espíritos imperfeitos – espíritos terrestres.
2º ordem – Espíritos bons – espíritos sofredores.
1º ordem – Espíritos Puros – espíritos santos.

Diz assim o livro: Com o auxilio desse quadro, fácil será determinar-se com a ordem, assim como o grau de superioridade ou de inferioridade dos que possam entrar em relação conosco. É de certo modo, a chave da ciência espírita porquanto só ele pode explicar as anomalias que as comunicações apresentam. Faremos, todavia, notar que estes não ficam pertencendo, exclusivamente a tal ou tal classe. Sendo sempre gradual o progresso deles e muitas vezes mais acentuado num sentido do que em outro.

Terceira Ordem – Espíritos Imperfeitos
Predominância da matéria sobre o espírito, propensão para o mal. Ignorância, orgulho, egoísmo e todas as paixões que lhes são conseqüentes.
Nem todos são essencialmente maus. Em alguns há mais leviandade, irreflexão e malicia do que verdadeira maldade. Uns não fazem o bem nem o mal; mas pelo simples fato de não fazerem o bem, já derrotam a sua inferioridade. Outros ao contrario se comprazem no mal e rejubilam quando uma ocasião se lhes depara de praticá-los. A inteligência pode achar-se neles aliada á maldade. Na linguagem de que usam se lhes revela o caráter. Todo espírito que, em suas comunicações, trai um mau pensamento, pode ser classificado na terceira ordem. Conseguintemente, todo mau pensamento que nos é sugerido vem de um espírito desta ordem. Este é apenas um resumo do que é a 3º ordem, escrito no livro dos espíritos do Allan Kardec, isso é para que todos analisem e observe por quem foi ditado e que não encontramos base bíblica para que isso aconteça dessa forma. A palavra de Deus esta contra isso; Vigia irmãos vigia!

Segunda Ordem – Bons Espíritos
Predominância do Espírito sobre a matéria desejo do bem. Suas qualidades e poderes para o bem estão em relação com o grau de adiantamento que hajam alcançando, compreendem Deus e o infinito e já gozam da felicidade dos bons, todos entretanto, ainda tem que passar por provas até que atinjam a perfeição. Da linguagem que empregam se exala sempre a benevolência, é uma linguagem invariavelmente digna, elevada e muitas vezes, sublime. Este é apenas um resumo do que é a 2º ordem, escrito no livro dos espíritos do Allan Kardec.

Primeira Ordem – Espíritos Puros
Nenhuma influencia da matéria. Superioridade intelectual e moral absoluta, com relação aos espíritos das outras ordens. A maioria desses espíritos que a compõem percorreram todos os graus da escala e se despojaram de todas as impurezas da matéria.

Tendo alcançado a soma de perfeição de que é suscetível a criatura, não tem mais que sofrer provas, nem expiações realizam a vida eterna no seio de Deus. Eles são os mensageiros e os ministros de Deus, cujas ordens executam para manutenção da harmonia universal. Comandam a todos os espíritos que lhes são inferiores, auxiliam-nos na obra de seu aperfeiçoamento e lhes designam as suas missões. É designado ás vezes pelos nomes de anjos, arcanjos ou serafins. Podem os homens pôr em comunicação com eles, mas extremamente presunçoso seria aquele que pretendesse tê-los constantemente as suas ordens. Este é apenas um resumo do que é a 1º ordem, escrito no livro dos Espíritos de Allan Kardec.

Hoje não tem mais dúvida sobre três comunicações, sei de onde veio, sei que não foi revelação do Espírito Santo, Ele jamais ensinaria doutrinas contrarias as escrituras. Hoje sei que colocaram as três ordens dentro da Bíblia, e não tiraram dela. Hoje sei que só existe um mediador entre Deus e os homens, e sei que o meu Senhor Jesus, é o único e suficiente Salvador, e purificação só através do sangue do Cordeiro.

Obs. O que pensa o Espiritismo do “Espírito Santo”.
Os espíritas afirmam que o Consolador, a quem Jesus se referiu, seria uma referencia aos espíritos de luz. O espiritismo seria, então, o consolador prometido por Jesus.

COMO IDENTIFICAR UMA SEITA

Todas as pessoas têm o direito de professar a religião de sua escolha. A tolerância religiosa é extensiva a todos. Isso não significa, porém que todas as religiões sejam boas. Nos dias de Jesus, existiam vários grupos religiosos: Saduceus (At. 5.17), Fariseus (At. 15.5), essênios, Zelotes e Herodianos. Os dois primeiros grupos tinham posições religiosas distintas (At. 23.8). Mesmo assim, Jesus não os poupou, chamando os de hipócritas, filhos do inferno, serpentes, raça de víboras (Mt. 23.13 – 15.33). O Mestre deixou claro que não aceitava a idéia de que todos os caminhos levam a Deus. Ensinou que há apenas dois caminhos: O estreito – Que conduz á vida eterna. E o largo e espaçoso. Que leva á destruição (Mt.7.13, 14).

Os apóstolos tiveram a mesma preocupação: Não permitir que heresias, falsos ensinos, adentrassem na igreja. O primeiro ataque doutrinário lançado contra a igreja, foi o legalismo. Alguns judeus cristãos estavam investigando os novos convertidos á pratica das leis judaicas, principalmente a circuncisão. Em Antioquia, havia uma igreja constituída de pessoas bem preparadas no Estudo das Escrituras (At.13.1), que perceberam a gravidade da doutrina de alguns que haviam descido da Judéia e ensinavam: Se não vos circuncidardes segundo o costume de Moises, não podereis ser salvos. (At.15.1). Tais ensinamentos eram uma ameaça à igreja. Foi necessário que um concilio apreciasse essa questão e se posicionasse. Atualmente, existem milhares de seitas e religiões falsas, as quais pensam estar fazendo a vontade de Deus quando, na verdade, não estão.

Obs. Que…
Os Kardecistas não tem a Bíblia como base, mas a doutrina de espíritos, codificada por Allan Kardec. Usam o Evangelho Segundo o Espiritismo e procuram interpretar as parábolas e os ensinos de Jesus Cristo segundo uma perspectiva espírita. Mas a palavra de Deus é bem clara quanto as atividades espíritas e suas origens.

As seitas pregam a auto-salvação. Crer que Jesus é importante, mas não é tudo. A salvação é pelas obras. Às vezes repudiam publicamente o sangue de Jesus. Com respeito á salvação pelas obras, a Bíblia nos ensina claramente: Somos salvos pela graça, por meio da fé, e isso não vem de nós, é dom de Deus, não vem das obras, para que ninguém se glorie. (Ef. 1.8,9). Praticamos as boas obras não para sermos salvos, mas porque somos salvos em Cristo Jesus, nosso Senhor (Ef. 2.8,10). As obras são o resultado da salvação e não o seu agente. O valor das obras esta em nos disciplinar para a vida cristã (Hb. 12.5,11; I Co 11.31).

As seitas dividem a fidelidade dos adeptos entre Deus e a organização a que pertencem, ou seja, quando desobedecem à organização ou á igreja, está também desobedecendo a Deus. Não existe salvação fora do seu sistema religioso. Quase todas as seitas pregam isso, acreditam que, em determinada data, o movimento apareceu por vontade divina, para restaurar o que foi perdido. Daí a ênfase de exclusividade. Ensinam que todas as religiões são boas, porem, somente a sua será responsável por unir todas as demais, segundo o plano de Deus, pois fora criada para esse fim.
O ladrão arrependido crucificado ao lado de Jesus Cristo entrou no céu sem ser membro de nenhuma dessas seitas (Lc.23.43). O pecador é salvo quando se arrepende (Lc.13.3), e aceita Jesus como Salvador único e pessoal (At. 16.30-31). Desse modo, ensinar que uma organização religiosa pode salvar é pregar outro evangelho� (II Co 11.4; Gl 1.8).

As seitas que assim agem estão, na verdade, dividindo a fidelidade a Deus com sua organização (da seita), tirando de Jesus sua exclusividade de nos conduzir ao Pai (Jô 14.6). Não há salvação fora de Jesus (At. 4.12; I Co 3.11).

O apostolo Paulo, muitas vezes, teve de se defrontar com homens que por um lado apresentavam aparência de justiça e por outro sustentavam ensinos contrários ao evangelho. Seus discípulos ficavam perplexos em concordar com o apostolo, tendo de condenar homens que viviam uma vida justa. Sua resposta foi: E não é maravilha, pois o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz. Portanto não é muito que os seus ministros se transfigurem em ministros da justiça (II Co 11.14-15). Mas nem todos aqueles que possuem aparência de justiça servem a Deus.

Obs: Que: Qual era o foco principal do Senhor Jesus? Leia os evangelhos!
No livro: “O Céu e o Inferno” do Allan Kardec é relatado muitos depoimentos de pessoas que já morreram, agora alguns exemplos:

Mas tinha um consolador, que não me deixou desde o meu ultimo suspiro, falava ainda que o via já perto de mim, parecia que era um reflexo de minhas dores, que me dava a vertigem, e mostrava-me fantasmas…não era o meu anjo protetor que, silencioso e mudo, consolava-me pelo coração. Desde que disse adeus a terra, ele me disse: Vem meu filho, e revê o dia. Todos estão sobre a terra, tu, ó meu filho, estas entre nos, procurei a minha casa, o anjo, nela me deixou entrar, acompanhando-me vi todo o mundo em lagrimas, tudo era triste e em luto nessa pacifica passagem de outrora. Não pude sustentar por muito tempo a visão desse doloroso espetáculo, muito emocionado, disse ao meu guia: Ó meu bom anjo, saiamos daqui! Sim saiamos, disse o anjo e procuremos o repouso.

Esse é mais um exemplo para as pessoas analisarem sobre o espiritismo, verifiquem que isso não tem base Bíblica, os apóstolos não fizeram isto.
Se o espiritismo fosse a pratica, ou seja, a doutrina de Jesus, os seus apóstolos teriam concluído quando seus entes queridos morriam. Se acaso isso fosse apoiado por eles, o mesmo apostolo Paulo não expulsaria o espírito adivinhão daquela moça! Sendo o que saia da boca dela era fatos verídicos, mas o apostolo conhecendo a intenção do espírito o repreendeu e saiu dela o demônio, pois não era da parte de Deus.

Algumas palavras que contém no Evangelho Segundo o Espiritismo:

Obs: – Uma água puríssima, cristalina, mas num poço profundo, que poucos alcançam.

- Fora da Caridade não há salvação.
- Da prece pelos mortos e pelos Espíritos Sofredores.
- Graças às comunicações estabelecidas daqui a diante de uma maneira permanente entre os homens e o mundo invisível, a lei evangélica, ensinada a todas as nações pelos próprios espíritos, não será mais letra morta, pois cada um a compreendera e será incessantemente solicitado a praticá-la aconselhado por seus guias espirituais.
- As instruções dos espíritos são verdadeiramente as vozes do céu que vem esclarecer os homens e os convidar á pratica do evangelho.
- É uma vantagem que nenhuma das doutrinas que já apareceram ate hoje possui.
- É assim que ao estudarmos atentamente as comunicações vindas de diversas partes, tanto da França quanto do estrangeiro, reconhece, na natureza toda especial das revelações que há uma tendência para se entrar num novo caminho.
- Os fariseus tinham um papel ativo nas discussões religiosas. Cumpridores rigorosos das praticas exteriores do culto e das cerimônias, cheios de zelo ardente de partidarismo, inimigos dos inovadores, eles fingiam ter uma grande severidade de princípios, mas sob as aparências de uma devoção meticulosa, escondiam costumes corruptos, muito orgulho e acima de tudo um desejo excessivo de dominação. Possuíam apenas aparência e a ostentação de virtude.

- O Espiritismo também ensina que os espíritos habitam o espaço, que Deus só se comunica com os homens por intermédio dos espíritos puros encarregados de transmitir as vontades dele, que os espíritos se comunicam com os homens durante o estado de vigília e durante o sono.

Obs: O que diz no próprio livro de Allan Kardec… Se substituirmos a palavra demônio pela palavra Espírito teremos a doutrina espírita, coloquemos a palavra anjo e teremos a doutrina cristã.

A doutrina espírita não é dogmática, no sentido que se conhece em alguns credos religiosos, mas é a união de um fundamento, isto é, um principio divino, com a experiência humana. É com este sentido que Allan Kardec á emprega.

Obs. No culto: Providenciar uma jarra com água para fluidificação, para ser servida no final da reunião.

Obs: Que diz assim: Os maus espíritos são aqueles que ainda não foram tocados pelo arrependimento, que se satisfazem no mal e disso não sentem nenhum arrependimento, são insensíveis a censuras, recusam as orações e muitas vezes blasfemam contra o nome de Deus. Essas são almas endurecidas que, após a morte, se vingam nos homens dos sofrimentos que suportam, e perseguem com seu ódio aqueles a quem detestaram durante a sua vida. Isso se identifica muito com a ceifa terrestre.

Obs. Que diz assim: Volta teus olhos para Deus, eleva somente por um instante ate Ele teu pensamento, e um raio de sua divina luz vira te iluminar. Dize conosco estas simples palavras: meu Deus eu me arrependo, perdoai-me. Experimenta o arrependimento e faze-o bem ao invés de fazer o mal, e veras que logo a sua misericórdia se estenderá sobre ti. Isso se identifica com a caridade sofredora.

Kardecistas – A caridade para com nossos inimigos deve segui-los ao além do tumulo.
Para compreender o alivio que a oração pode proporcionar aos Espíritos Sofredores.
Abri seus corações ao arrependimento e ao desejo de se purificarem para apressar seu adiantamento.
Sei que os bons espíritos e meu anjo guardião estarão lá, perto de mim, para me receber, em breve eu os verei, como eles me vêem. Sei que encontrarei aqueles que amei na terra, se o tiver merecido, e aqueles que deixo virão, um dia, me reencontrar para estarmos reunidos para sempre e, enquanto isso, poderei vir visitá-los.
Inspirai-me pelos bons espíritos que me ajudam.
O espiritismo nos revela esse mundo espiritual.
O espiritismo é a chave com a ajuda da qual tudo se explica com facilidade.
Cada um tem sua missão, cada um tem seu trabalho.
Os espíritos, mensageiros do Senhor, inspiram e ardentes, façais ouvir a vossa voz humilde.
Que ensinamento nessas palavras e que previsão brilhante da futura doutrina. É por isso que hoje, vendo que a hora é chegada para a divulgação da verdade que ele pressentiu outrora, é o seu propagador ardente e multiplica-se, por assim dizer, para responder a todos os que o chamam.
O espiritismo veio completar, o ensinamento do Cristo, para compreender a verdade.
Enquanto alguns espíritos culpados perambulam sem destino nas trevas, os felizes desfrutam de uma raridade resplandecente e do sublime espetáculo do infinito.
Em nome de Deus Todo � Poderoso, eu ordeno ao Espírito malévolo e atormentador que se retire.
Nos casos de obsessão grave, o obsedado esta como que envolvido e impregnado por um maufluido que neutraliza a ação dos fluidos salutares e os repele. E desse fluido que é preciso livrá-lo, mas um maufluido não pode ser repelido por um igualmente mau. Por uma ação idêntica á do médium curador nos casos de doença, é preciso expulsar o fluido mau com a ajuda de um fluido bom.

Obs: No que diz no livro dos Médiuns:
Há três classes de espíritas:
1. Espíritas experimentadores…
2. Espíritas imperfeitos…
3. Espíritas cristãos ou verdadeiros espíritas.

Obs: Que esta mensagem aqui abaixo foi ditada por um espírito, conhecido pelo nome Santo Agostinho:

Porque não começais vossas sessões por uma invocação geral, uma espécie de prece que dispusesse ao recolhimento? Porque, é bom saberdes, sem o recolhimento não tereis senão comunicações levianas, os bons espíritos só vão aonde são chamados com fervor e sinceridade. Eis o que não se compreende o bastante, cabe-vos, pois, dar o exemplo, a vos que, se quiserdes podeis vos tornar uma das colunas do novo edifício.

Vemos os vossos trabalhos com prazer, e vos ajudamos, mas, há condição de que nos secundeis do vosso lado, e que vos mostreis à altura da missão que fostes chamados a cumprir. Formai, pois, um feixe, e sereis fortes, e os maus espíritos nada poderão contra vos. Deus ama os simples de espírito, o que não quer dizer os simplórios, mas aqueles que fazem abnegação de si mesmos e que vêem a Ele sem orgulho. Podeis vos tornar um foco de Luz para a humanidade; sabei, pois, distinguir o bom grão do joio, não semeeis senão o bom grão, e guardai vos de espalhar o joio, porque o joio impedirá o bom grão de brotar, e sereis responsáveis por todo o mal que ele houver feito, do mesmo modo sereis responsáveis pelas más doutrinas que puderdes propagar.
Lembrai vos de que, um dia, o mundo pode ter o olhar sobre vos, fazei, pois, que nada ofusque a claridade das boas coisas que sairão do vosso seio, é por isso que vos recomendamos orar a Deus para vos assistir.
Ass: Santo Agostinho.
Bons espíritos, que presidis aos nossos trabalhos, dignais vos vir nos instruírem, e tornai-nos dóceis aos vossos conselhos.

Palavras do Luiz Gallio:
Então cuidei de saber a verdade relativamente a esta seita, em finalidade de sua fundação. E sobre isto estou fazendo eu uma narrativa dos acontecimentos passado e junto citando também os nomes de algumas das pessoas que ajudaram nesta ocorrência em saber, o tempo, o modo, a base da fundação da Sã Doutrina Espiritual do Sétimo Dia. E saber o tempo em que manifestou o Espírito Santo pela primeira vez e o nome da igreja.

…E eu também como ex-membro, me vi no direito de buscar conhecimento sobre o fundamento e saber o motivo do saudoso irmão Luis, não encontrar o nome do fundador, e analisando passo a passo, todos diziam a mesma historia sobre a menina, mas teve alguns dizer que pensavam ser o Felício Rodrigues e sua esposa Olímpia o fundador, já no livro de visões nº1, depois da historia da menina, o personagem é o Pedroso que reúne sete pessoas e monta o primeiro rebanho e isso foi passando de família em família e ate hoje é assim!

Alguns estudos, ou seja, comparações do livro  Luiz Gallio com o Evangelho Segundo o Espiritismo.

1 – Os seus ramos estão se estendendo sobre toda a terra como poderia ela ficar debaixo do alqueire, sendo ela uma enorme e incandescente luz? Luiz Gallio

2 – Nas crenças e nos escritos, e é por isto que, ao abrir novos horizontes para o futuro, lança uma luz esclarecedora sobre os mistérios do passado. Oh! De que alegria me sinto, inundado vendo-vos, os continuadores da minha doutrina. Allan Kardec

3 – Onde estaria à mocinha, que hoje já seria uma senhora? Casou-se, formou família? Em algum canto devem aparecer seus ramos. Luiz Gallio

4 – Quanto aos médiuns, evitamos nomeá-los. Na maior parte, foram os próprios médiuns que não quiseram ser identificados e, por conseguinte, é oportuno não fazer exceções. Alias, os nomes dos médiuns não teriam acrescentado nenhum valor a obra dos Espíritos, o valor das comunicações não aumenta em nada seu mérito pessoal, essa doutrina cedo ou tarde dá seus frutos, seus ramos estão por toda parte. Allan Kardec

5 – A não ser que se levante ainda um crânio profético para dar o nome dela� Este ainda não veio. Luiz Gallio.

6 – Ide e agradecei a Deus a gloriosa tarefa que vos confiou, mas cuidado: Entre os chamados para o Espiritismo, muitos se desviaram do caminho. Alerta, pois, no vosso caminho, buscai a verdade�.Allan Kardec.

7 – Por isso penso eu estar em tuas mãos a chave deste mistério. Luiz Gallio.

8 – Esta chave esta inteiramente no Espiritismo, como já puderam convencer-se os que o estudaram seriamente, e como também será ainda melhor reconhecido mais tarde Allan Kardec.

6 – O povo dizia: nova lei chegou o juízo, é o fim do mundo� Luiz Gallio.

10 – Graças a comunicações estabelecidas daqui a diante de uma maneira permanente entre os homens e o mundo invisível, a lei evangélica, ensinada a todas as nações pelos próprios Espíritos, não será mais letra morta, pois cada um a compreendera e será incessantemente solicitado a praticá-la, aconselhado por seus guias espirituais. Allan Kardec�.

11 – A doutrina foi revelada aos lados da Sorocabana por intermédio de uma mocinha� Luiz Gallio.

12 – Se estas instruções tivessem saído de uma única fonte, poderiam sofrer uma influencia pessoal ou do meio, enquanto as diversas origens, de onde vem, provam que os Espíritos dão seus ensinamentos em todos os lugares, e que não há ninguém privilegiado nessa relação� Allan Kardec.

13 – Para mim tudo era flor e não tomei conhecimento da procedência da arvore� Luiz Gallio

14 – São como arvores que devem dar o alimento espiritual aos seus irmãos. Devem multiplicar-se para que o alimento seja farto, serão encontrados em todas as partes, em todos os paises� Allan Kardec

15 – Tanto é que ali nunca ouvimos a leitura do evangelho, seguíamos pela fé na observação da manifestação dos anjos, que nos exortava na lei do amor.� Luiz Gallio

16 – O Espiritismo se encontra por toda parte na antiguidade e em todas as épocas da humanidade. Encontram-se em toda parte vestígios nas Escrituras.�Allan Kardec

17 – Mas quanto à doutrina, as suas resoluções são de que estão comendo sem saber de onde vem�.Luiz Gallio

18 – Eis o que não se compreende o bastante, cabe-vos pois dar exemplo, a vos que, se quiserdes, podeis vos tornar uma das colunas do novo edifício. Vemos os vossos trabalhos com prazer, e vos ajudamos, mas, há a condição de que nos secundeis do vosso lado, e que vos mostreis a altura da missão que fostes chamados a cumprir. Formai, pois, um feixe, e sereis fortes, e os maus Espíritos nada poderão contra vós.� Allan Kardec

19 – Naquele tempo houve fervor e comunhão, do grande ao pequeno, e a doutrina era abraçada com gosto� Luiz Gallio.

20 – As reuniões espíritas devem visar em se multiplicarem em pequenos grupos antes que procurar se constituírem em grandes aglomerações. Esses grupos, correspondendo-se entre si, visitando-se, permutando suas observações, podem desde o presente, formarem o núcleo da grande família espírita que congregara, um dia, todas as opiniões e unira os homens, selado pela caridade crista�.Allan Kardec

21 – Perguntei o modo como manifestou a doutrina na menina. Ele disse que foi através de uma madorna como se fosse uma enfermidade.� Luiz Gallio

22 – Não se pode esperar de uma criança a gravidade necessária a semelhante ato, seria de se temer que fizesse dela um jogo se ficasse entregue a si mesma. Mesmo nas mais favoráveis condições, deve-se desejar que uma criança dotada da faculdade medianimica não a exercesse senão sob os olhos de pessoas experimentadas que lhe ensinarão. Pode � se, ainda, incluir nesta categoria, as pessoas que, sem estarem dopadas de uma inteligência excepcional, e sem saírem do estado normal, tem relâmpagos de uma lucidez intelectual que lhes da uma facilidade de concepção, fora do costume, e , em certos casos, o pressentimento das coisas futuras, de inspiração, as idéias se derramaram e por um impulso involuntário e quase febril, parece nos que uma inteligência superior vem nos ajudar. Ocorre com bastante freqüência que meio adormecido, ouve-se distintamente pronunciar palavras, nomes, algumas vezes menos frases inteiras, embora possa acontecer que em certos casos seja realmente uma manifestação, esse fenômeno não tem nada de positivo, na teoria das alucinações, se é um Espírito que se faz ouvir, quase sempre se pode fazer com ele uma troca de pensamentos.�

Algumas curiosidades

Na ingente tarefa de codificação do Espiritismo, Allan Kardec contou com o valioso concurso de três meninas que se tornaram às médiuns principais no trabalho de compilação de “O livro dos Espíritos”.

Caroline Baudin, Julie Baudin e Ruth Celine Japhet. As duas primeiras foram utilizadas para a concatenação da essência dos ensinos espíritas e a ultima para os esclarecimentos complementares. Ultimada a obra e ratificados todos os ensinamentos ali contidos, por sugestão dos Espíritos, Allan Kardec recorreu a outros médiuns, estranhos ao primeiro grupo, dentre eles Japhet e Roustan, médiuns intuitivos, a senhora Canu, Sonâmbula inconsciente, Canu médium de incorporação, a Sra. Leclerc, médium psicografa, a Sra. Clement médium psicografa e de incorporação, a Sra. Pleinemaison auditiva e inspirada, Sra. Roger clarividente, e Srta. Aline Carlotti, médium psicografa e de incorporação.
O Espiritismo da aos homens tudo o que é preciso para sua felicidade neste mundo, porque lhes ensina a se contentarem com aquilo que tem, que os Espíritas sejam, pois, os primeiros a aproveitarem os benefícios que ele traz, e que inaugura entre eles o reino da harmonia, que resplandecera nas gerações futuras.

Os Espíritos que nos cercam aqui são inumeráveis, atraídos pelo objetivo que nos propusemos em nos reunindo, a fim de darem aos nossos pensamentos a força que nasce a união. Doemos aqueles que nos são caros uma boa lembrança e um testemunho de nossa afeição, os encorajamentos e as consolações àqueles que deles tem necessidade. Façamos de maneira que cada um receba a sua parte dos sentimentos de caridade benevolente, da qual estaremos animados, e que esta reunião traga os frutos que todos estão no direito de esperá-los. Allan Kardec

Fórum Espírita

Allan Kardec tem sido confirmado, por fontes independentes e fidedignas, como um grande emissário de Jesus, especialmente escolhido por �Ele� para concretizar na terra a sua promessa do envio do Consolador, que nada mais é do que o Espiritismo, que veio para nos ensinar todas as coisas (o esclarecimento abundante que traz), para nos fazer lembrar tudo o que Jesus nos disse (a sansão e explicação que ele nos dá dos evangelhos), e que estará sempre conosco (a perenidade do Espiritismo);

OBS; A GRAVIDADE DO ERRO, ALLAN KARDEC IGNORA A PESSOA DO ESPÍRITO SANTO…E CAMUFLA O NOSSO REI JESUS,ESSE É UM DOS MOTIVOS QUE EU APARTEI MEUS PÉS DA DOUTRINA.

Revista Espírita foi lançada em 1º janeiro de 1858.
Na bíblia sagrada, vejamos: Quem é o CONSOLADOR;
João 14:16 E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre; Quem é este? João 14:17 O Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê e nem o conhece: mas vos o conheceis, porque habita convosco, e estará em vos. Mas como o Senhor estará em mim? João 14:20  Naquele dia conhecereis que estou em meu Pai e vos em mim, e eu em vós. Ainda não compreendi! João 14:21 – …E aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele .De que forma? Senhor! João 14:23…e meu Pai o amará, e viremos para Ele, e faremos Nele morada. Senhor Jesus, de que maneira o Pai e o filho, sendo os dois juntos farão morada em nos e a todos que obedecer a suas palavras, especifique melhor para que nos entendemos, nesse momento o Senhor esta aqui conosco, estamos nos falando face a face e depois como vai ser?
João 14:26 Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviara em meu nome, esse vos ensinara todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.
Mas Senhor; ainda não sabemos e não conhecemos esse Consolador, chamado Espírito Santo…mas aguardaremos sua promessa. João 20:21 Disse lhes, pois Jesus outra vez: Paz seja convosco, assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vos. João 20:22  E, havendo dito isto, assoprou sobre eles e disse lhes: Recebei o Espírito Santo.
Estamos começando a entender quem é essa terceira pessoa, que o Senhor nos prometeu. Obs: nesse versículo 14 capitulo 21 João: E já era a terceira vez que Jesus se manifestava aos seus discípulos depois de ter ressuscitado dos mortos. A promessa estava se realizando.

Atos 1:2 Ate o dia em que foi recebido em cima, depois de ter dado mandamentos, pelo Espírito Santo, aos apóstolos que escolhera. E tem mais, não saiam de Jerusalém, aguarde a promessa do Pai, porque João batizou com água, mas sereis batizados com o Espírito Santo.

Então, ainda confusos, pensando como isto irá ocorrer? Atos 1:4 e 5
Atos 1:8 -Explicou a eles: Recebereis a virtude do Espírito Santo.
Atos 2:4- E todos foram cheios do Espírito Santo .e no verc. 33 e tendo recebido do Pai a promessa do Espírito Santo, e derramou isto que vos agora vedes e ouvis.
Os discípulos conheceram finalmente aquela pessoa que ocupava agora o lugar de Cristo Jesus e de que forma agiria em suas vidas, entendiam também como seria a morada dentro deles�. Confirma essa palavra em Atos 4:31  E, tendo orado, moveu-se o lugar em que estavam reunidos, e todos foram cheios do Espírito Santo, e anunciavam com ousadia a palavra de Deus.

…A partir daí por diante, se revestiram de poder e autoridade, arregaçaram as mangas, e mãos a obra, tem muito trabalho á ser feito, O Senhor Jesus foi ao céu, á destra do Pai e nos deixou um valioso presente, que agora habita e vive dentro de nos, 24 horas por dia e se chama Espírito Santo.
AHHHHH Tudo passava como um filme dentro da cabeça dos apóstolos, estamos conhecendo o Espírito Santo, passo á passo, como se aprende qualquer serviço manual que havemos de fazer, foi por isso que Ele nos disse: Portanto ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Mateus 28:19
Sendo Deus: Pai, Deus: Filho e Deus: Espírito Santo, são TRES, operando em UM concordados, ou seja, o mover de Deus Pai e Filho, agindo dentro de nos.
Hoje agradecemos a Deus por ter apresentado essa Pessoa em nossas vidas, sei que existe UM só Consolador, que nos consola e nos guia chamado Espírito Santo. Obrigado.

Obs: Não se encontra base bíblica para que o Consolador sejam espírito de seres humanos que morreram.

O Espiritismo não é um ramo do Cristianismo como as demais seitas chamadas cristãs. Não assenta seus princípios nas Escrituras. Não rodopia junto á Bíblia. Mas a sua base é o ensino dos espíritos, daí o nome espiritismo.

A pergunta é: Como pode o Espiritismo ensinar que explica melhor a Bíblia e depois apregoar que a Bíblia não prova nada e que não assenta seus ensinos na Palavra de DEUS, mas no ensino dos espíritos? Concordamos com o espiritismo reconhecer suas crenças como baseadas nos ensinos dos espíritos, e sabemos muito bem quem são eles, tanto que, ás vezes, antes de alguns espíritas se tornarem cristãos e aceitarem a JESUS como seu único e suficiente Salvador, esses espíritos tentam causar dificuldades naqueles que estão para dar esse importante passo.

CRISTO É DEUS, Jesus Cristo é Deus encarnado, o Senhor de toda a criação. Ele é o reflexo perfeito do Deus invisível. Jesus é eterno, pré-existente, Todo poderoso e igual ao Pai em sua essência.

CRISTO é supremo e completo. Por ser infinitamente superior, nossa vida deve estar centrada nELE. Reconhecer Jesus como Deus significa considerar como vital o nosso relacionamento com Ele, fazendo dos interesses divinos a nossa maior prioridade.

CRISTO É A CABEÇA DA IGREJA, Cristo é Deus. Ele é a cabeça da Igreja, de se corpo espiritual, de cada crente. Jesus é o fundador e líder da Igreja. É a mais alta autoridade no céu e na terra. Ele deve ocupar o primeiro lugar em todos os pensamentos e atividades de cada ser humano.

RELIGIÕES CRIADAS PELO HOMEM, Os falsos mestres estavam promovendo uma heresia que enfatizava regras criadas pelos homens para servir a Deus (legalismo). Eles procuravam o crescimento espiritual por meio de doutrinas misteriosas, que excluíam os relacionamentos pessoais. Essa religiosidade tornou-se orgulhosos de seus esforços.
Não devemos prender-nos ás nossas idéias, nem tentar introduzi-los no cristianismo. Também não devemos deixar que a nossa ânsia por uma experiência espiritual mais realizadora nos leve a confiar mais em um mestre, grupo ou sistema de pensamento do que no próprio Cristo. Jesus é a nossa esperança. AMÉM

 

7 Comments

  1. Ademir da silvA disse:

    Muito boa esta matéria Deus te Ilumine nesta jornada, tambem falo de Jesus para todos que dão oportunidade
    extiem varias seitas tenho elaborados varias aulas sobre o assunto, caso haja interesse posso enviar para voce
    fique na paz do Nosso Sr. Jesus

  2. Fábio Pereira disse:

    Eu assim como você minha amiga, depois de ir à fundo buscar a origem da Sã Doutrina, encontrei nos ensinamentos de Kardec a certeza de que ninguém algum dia esteve certo, renunciei à tudo, tudo mesmo.
    Parabéns pela matéria, um forte abraço.

    • Fábio Pereira,
      Essa obra maravilhosa quem faz em nós é o Espírito Santo, assim como fez na vida de Paulo o perseguidor e depois se torna o apostolo Paulo apaixonado por Cristo, quando as escamas cai de nossos olhos não podemos mais ir contra a Verdade. Deixar tudo e seguir a Jesus é um privilegio que recebemos, pois não é facil deixar pai, mãe, amigos, irmãos, tios, tias, primos, etc…”Tudo por Jesus Nosso Salvador.”

  3. ruth disse:

    Estou fazendo um estudo sobre e gostaria de sabe se eu consigo esses livros?

  4. Rita de cássia disse:

    Olá, fico muito feliz lendo tudo isso. Tenho certeza que não foi fácil pra você abandonar essa seita tão tradicionalista, que engana tanto as pessoas. Eu graças a Deus também fui liberta, mas ainda não tinha me envolvido tanto.
    Infelizmente as pessoas que fazem parte dessa seita aprenderam com anos e anos de tradição e não tem oportunidade de conhecerem a verdade. A prática com espíritos é satanica e qualquer um que tem um relacionamento com Deus recebe revelação disso.
    Eu declaro em sua vida que vc seja um vaso nas mãos de Deus e possa levar essa verdade para todos os seus e trazer libertação para esse grupo, felizmente pequeno pq Deus não permite que ele cresça, em nome de Jesus.

  5. Ernande disse:

    Minha querida irmã, a paz!
    O Senhor te direcionou em cada palavra e te escolheu para salvação das pessoas que são enganadas por essa seita.
    Uma religiosidade que cega totalmente as pessoas que são boas.

  6. Rafael Monteiro sinigalia. disse:

    Parabéns irmã…
    Tbm fui dessa seita
    Graças a Deus meus olhos foram abertos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


3 + = 4

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>