A ressurreição dos mortos, o arrebatamento da Igreja, o milênio e o Juízo Final

Que a Paz do Senhor Jesus esteja com todos.

Neste momento vamos contar com a iluminação do Espírito Santo para compreender um pouco sobre este assunto, “A ressurreição dos mortos, o arrebatamento da Igreja, o milênio e o Juízo Final”, para isso vamos utilizar a própria Palavra de Deus para que as nossas dúvidas sejam esclarecidas. Nesse estudo vamos buscar compreender o que significa ressurreição, arrebatamento, milênio e juízo final como e quando esses eventos acontecerão e quem irá ressuscitar nestas ocasiões.

Antes de tudo, deixo bem claro que a minha está baseada nos ensinos de Cristo, e creio ser a Bíblia Sagrada na forma como a conhecemos hoje, composta por 66 livros, sendo 39 do Velho Testamento e 27 do Novo testamento ser os ensinos Dele, portanto se em algum momento eu falhar na interpretação dos textos Bíblicos, estou disposto a revogar o que escrevi, pois somos fracos e pequenos perante o Senhor e podemos errar, por isso que vamos contar com a iluminação do Espírito Santo de Deus.

Vale notificar, para que a interpretação do texto seja feita de acordo com a vontade de Deus, temos que respeitar a toda pontuação, conjugação de verbos e analisar se o texto está dentro do contexto, pois Deus não deu autoridade nem para anjo do céu anunciar outro evangelho, quem dirá a nós, pois aquele que o fizer será anátema, que significa “maldito”.

Gálatas 1:8 – Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.

Vida

Nos dias em que vivemos aprendemos que todo o ser-vivo nasce, cresce, reproduz e morre, sendo isto, até matéria de escola, mas de fato, isso é realmente assim. Fazendo uma análise destas “quatro” fases percebemos que nascer é bom, crescer é bom, reproduzir é bom, mas quando pensamos em morrer chega da um frio na barriga, porque morrer não é bom, percebemos que um dos momentos mais triste do ser – humano é quando alguma pessoa próxima morre, para nós fica um vazio e ao mesmo tempo uma preocupação, pois também todos nós vamos morrer um dia.

Mas porque achamos “bom” somente às primeiras três fases (nascer, crescer e reproduzir)?

Porque antes de nós, o nosso Deus viu que era bom.

Vejamos:

Gênesis 1:21 e 22 – E Deus criou as grandes baleias, e todo o réptil de alma vivente que as águas abundantemente produziram conforme as suas espécies; e toda a ave de asas conforme a sua espécie. E viu Deus que era bom.

E Deus os abençoou, dizendo: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei as águas nos mares; e as aves se multipliquem na terra. 

E no caso somente de nós seres-humanos, o sentir que é “bom”, é muito maior, porque fomos criados a semelhança do Criador, e feitos para dominar os outros seres-viventes.

Vejamos:

Gênesis 1:26, 27 e 28 – E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme à nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra.

E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou.

E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra.

Deus viu que a vida era boa, por isso nos fez a semelhança Dele, e por essa semelhança percebemos que a vida é boa, e por isso também recebemos autoridade para dominar todos os outros seres-viventes.

Morte

Se fizermos uma pesquisa, e perguntarmos para as pessoas, qual é o seu maior medo, com certeza grande porcentagem irá nos responder que é o medo da morte. Isso se dá porque a morte é inevitável, todos vamos morrer um dia. No mundo atualizado em que vivemos, existem soluções para quase todas as coisas, até mesmo para doenças gravíssimas, mas o máximo que conseguem é somente adiar a morte. Concluímos que o medo da morte existe, porque fomos feitos para ter vida e achá-la boa.

Mas então, por qual motivo a morte existe?

Deus nos criou com alguns propósitos, um deles era ter um relacionamento intimo com Ele, com amor, lealdade, sinceridade, fidelidade e etc., pois assim como Ele nos criou por amor, assim também o desejo de Deus era que nós retribuíssemos esse amor com expressão de adoração. Agora para você imaginar no momento da criação o tamanho do amor de Deus, olhe para o tamanho do nosso Planeta, olhe para tudo que nele existe, animais, plantas, rios, mares, frutas e etc., tudo isso foi dado a nós, por amor.

Para que Deus sentisse esse amor de nossa parte, justamente Ele nos criou com a liberdade para fazermos essa escolha, pois Ele queria que nós o amassemos voluntariamente, fácil para Ele seria criar vários robôs, e nos controlar como vídeo-game, mas não, colocou em nossas mãos o poder de escolha.

Vejamos qual era a escolha do homem naquele momento:

Gênesis 2:16 e 17 – E ordenou o SENHOR Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.

O inimigo de Deus, o diabo, que também fez uma escolha, a de se opor contra Deus, incentiva o homem a tomar a decisão errada, e o homem desonra Deus, faz uma escolha precipitada, e a morte entra naquele que foi criado apenas para viver, e devido a essa escolha, hoje, todos nós somos imperfeitos e mortais.

Vejamos a confirmação desta palavra:

Romanos 5:12 – Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram. 

O pecado é como se fosse uma doença contagiosa que nos leva a morte, sendo assim, somos todos pecadores e conseqüentemente, todos vamos morrer.

Deus prometeu e cumpriu a solução para o pecado. 

Mesmo depois do pecado, Deus não deixou de nos amar, pois a humanidade começa a se multiplicar no pecado, e mesmo assim, Deus inicia projetos de restauração para o povo e nota que mesmo com o pecado existem homens com fé em seus corações, pois é dessa forma que Deus nos conhece, pelo que está em nossos corações, Ele atentou para a oferta de Abel e não para de seu irmão Caim, e quando o mundo estava mergulhado no erro e que decidiu mandar o dilúvio a terra, antes olha para a justiça de Noé, salvando ele e sua família das águas do dilúvio, mas interessante é notarmos que para Noé se salvar ele fez a escolha de obedecer a Deus construindo durante mais de 100 anos uma arca e avisando a todos que o mundo iria acabar em águas, mas, porém os outros não ouviram a voz do Senhor e morreram.

Referencias:

Gênesis 4:4 e 5 – E Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas, e da sua gordura: e atentou o Senhor para Abel e para a sua oferta, mas para Caim e para a sua oferta não atentou. E irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o seu semblante.

Gênesis 6:13, 14 e 22 – ENTÃO disse Deus a Noé: O fim de toda a carne é vindo perante a minha face; porque a terra está cheia de violência; e eis que os desfarei com a terra.

Faze para ti uma arca da madeira de Gofer: farás compartimentos na arca, e a betumarás por dentro e por fora com betume.

22 – Assim fez Noé: conforme a tudo o que Deus lhe mandou, assim o fez.

Deus atenta-se para a fé de um homem chamado Abraão, que possuía uma esposa que era estéril e já avançada na idade, Deus o faz uma promessa que lhe daria um filho e que dele faria uma grande nação, Deus cumpri essa promessa porque Abraão creu em Deus, e depois pede o seu único filho como oferta de sacrifício, mas Abraão não dúvida da promessa e leva seu filho para sacrificá-lo, pois Abraão bem sabia que mesmo matando seu filho Deus teria poder para ressuscitá-lo para que a promessa fosse cumprida, Deus olha a fé dele e não permite tocar em seu filho providenciando um cordeiro para sacrifício e até os dias de hoje a geração de Abraão tem se multiplicado pela fé em Jesus Cristo porque Deus é Fiel.

Referencias:

Gênesis 12:1 e 2 – ORA, o Senhor disse a Abrão: Sai-te da tua terra, e da tua parentela e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei.

E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome e tu serás uma bênção. 

Gênesis 15:4 ao 6 – E eis que veio a palavra do Senhor a ele, dizendo: Este não será o teu herdeiro; mas aquele que de tuas entranhas sair, esse será o teu herdeiro.

Então o levou fora, e disse: Olha agora para os céus, e conta as estrelas, se as podes contar. E disse-lhe: Assim será a tua semente.

E creu ele no Senhor, e foi-lhe imputado isto por justiça. 

Gálatas 3:13, 14 e 29 – Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro;

Para que a bênção de Abraão chegasse aos gentios por Jesus Cristo, e para que pela fé nós recebamos a promessa do Espírito.

29 – E, se sois de Cristo, então sois descendência de Abraão, e herdeiros conforme a promessa.

Devido à multiplicação do pecado, Deus separa um povo e institui leis para declarar ao povo o que é pecado, leis para conservação do homem e leis de sacrifício para remissão dos pecados, mas em tudo isso, Deus queria ver uma entrega de coração do seu povo para que fossem exemplos para os outros povos e todos assim conheceriam a misericórdia e o amor de Deus.

E mesmo assim o seu povo só tendia a desobedecer e não entenderam o projeto de Deus, mas o Senhor, com todo seu amor e sabendo da dureza do seu povo promete uma solução definitiva para o pecado, ou seja, para fazer a purificação dos pecados de toda a humanidade livrando assim o mundo da condenação.

Vejamos:

Isaias 9:6 e 7 – Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o principado está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus forte, Pai da eternidade, Príncipe da paz.

Do incremento deste principado e da paz não haverá fim, sobre o trono de Davi e no seu reino, para o firmar e o fortificar em juízo e em justiça, desde agora para sempre; o zelo do Senhor dos Exércitos fará isto.

Isaias 53:5 – Mas ele foi ferido pelas nossas transgressões, e moído pelas nossas iniqüidades: o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. 

Hebreus 1:1 ao 3 – HAVENDO Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo.

O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e sustentando todas as coisas, pela palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da majestade nas alturas; 

Deus envia seu único Filho, Jesus Cristo, nos trazendo a paz, perdoando nossos pecados e nos reconciliando com o Pai, através de todo aquele que Nele crer como Único e Suficiente Salvador vivendo em obediência em amor a Sua Palavra. E até o dia de hoje, Jesus é o único caminho para que possamos receber a remissão dos pecados e a salvação, pois Ele, sem pecados foi sacrificado e morto em uma cruz.

João 3:16 – Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. 

Atos 4:12 – E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos 

Romanos 5:10 - Porque, se nós, quando inimigos, fomos reconciliados com Deus mediante a morte do seu Filho, muito mais, estando já reconciliados, seremos salvos pela sua vida; 

Romanos 10:9 – Se, com a tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. 

Colossenses 1:20 – E que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra como as que estão nos céus.

Jesus vence aquilo que é mais temido entre os homens, a morte. 

Mateus 28:5 e 6 – Mas o anjo, respondendo, disse às mulheres: Não tenhais medo; pois eu sei que buscai a Jesus, que foi crucificado.

Ele não está aqui, porque já ressuscitou, como havia dito. Vinde, vede o lugar onde o Senhor jazia 

O Senhor Jesus é crucificado e morto, e ressuscita ao terceiro dia vencendo a morte.

O que é ressurreição?

Retorno de uma pessoa morta à vida como o mesmo indivíduo. Restituir à vida. Tornar a viver, ressurgir.

Aquilo que no principio o homem havia perdido devido ao pecado, o Senhor Jesus recupera e oferece-nos novamente o direito de poder viver para sempre na presença do Senhor, como explica o texto:

Romanos 5:17 – Porque, se pela ofensa de um só, a morte reinou por esse, muito mais os que recebem a abundância da graça, e do dom da justiça, reinarão em vida por um só – Jesus Cristo.

Vimos acima que ressuscitar é quando uma pessoa morta retorna a vida como o mesmo indivíduo, eu pertencia a uma seita a qual ensinava erroneamente sem bases bíblicas que a nossa ressurreição era exatamente no momento da nossa morte, eles expressam como “ressurreição do espírito” e que é neste momento que Jesus volta, ou seja, ensinam que quando alguém morre Jesus já voltou para aquela pessoa, destorcendo a Palavra. Muitos para defender essa tese buscam se basear no seguinte texto:

Mateus 27:52 e 53 – E abriram-se os sepulcros, e muitos corpos de santos que dormiam foram ressuscitados;

E, saindo dos sepulcros, depois da ressurreição dele, entraram na cidade santa, e apareceram a muitos.

A Bíblia fala acima, que após a morte de Cristo, os sepulcros foram abertos e muitos corpos de santos que dormiam foram ressuscitados, que maravilha, Deus mostra o seu poder sobre a morte e a vida, este acontecimento foi uma demonstração de poder da parte de Deus, assim como Jesus fez com Lázaro que há quatro dias estava morto e fez o mesmo ressuscitar, mas como Lázaro, estes que foram ressuscitados tornaram a morrer e aguardam a volta de Cristo. Se essa ressurreição já fosse para a vida eterna não seriam muitos corpos de santos a ressuscitar e sim “todos” e se fosse ressurreição de “espíritos” não diria “corpos” e sim “espíritos”… E saindo do sepulcro entraram na “cidade santa”; essa “cidade santa” não é o céu, e sim, Jerusalém considerada a cidade santa pelos judeus e no texto fala que quando entraram na cidade santa apareceram a muitos, se essa cidade santa fosse o céu eles iriam aparecer a todos os anjos e a Deus.

Em Atos dos Apóstolos no cap. 9:36 ao 43, vemos Pedro orando ao Senhor e ressuscita uma discípula, com certeza mais uma demonstração de poder da parte de Deus, mas paramos para pensar, se após a morte de Cristo inicia a ressurreição essa moça não poderia ressuscitar no corpo, pois já estaria na vida eterna ressuscitada e com certeza Deus não tiraria ela do seu “corpo glorioso” para trazê-la de volta a esse “corpo do pecado”.

E como podemos expressar que é o espírito que ressuscita sendo que “espírito não morre”, só ressuscita aquilo que morre.

Então como ressuscitaremos?  

Romanos 6:5 – Porque, se fomos unidos com ele na semelhança da sua morte, certamente, o seremos também na semelhança da sua ressurreição,

Jesus ressuscita para que semelhante a Ele pudéssemos também ressuscitarmos. Para entendermos melhor basta a gente olhar para Jesus, como aconteceu com Ele, Jesus veio ao mundo em um corpo mortal semelhante ao nosso, morreu e ao terceiro dia Ele ressuscita no mesmo corpo, porém com o corpo glorioso e imortal.

A Bíblia está dizendo que nossa ressurreição será semelhante à Dele, porém entendemos que o que irá ressuscitar é aquilo que vai morrer ou já está morto.

Vejamos:

Romanos 8:11 – E, se o Espírito daquele que dos mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, aquele que dos mortos ressuscitou a Cristo também vivificará os vossos corpos mortais, pelo seu Espírito que em vós habita.

Olha que interessante que Paulo fala, que o Espírito Santo que é Deus, ressuscitou a Jesus, se Ele habitar em nós o mesmo Espírito irá vivificar os nossos “corpos mortais, veja o que a Palavra diz, que os nossos corpos mortais irão ser vivificados. Parece impossível? Será alguma coisa impossível para Deus?

Vejamos a profecia de Ezequiel no cap. 37

1 – VEIO sobre mim a mão do Senhor e o Senhor me levou em espírito, e me pôs no meio de um vale que estava cheio de ossos.

3 – me disse: Filho do homem, poderão viver estes ossos? E eu disse: Senhor JEOVÁ, tu o sabes.

5 – Assim diz o Senhor JEOVÁ a estes ossos: Eis que farei entrar em vós o espírito, e vivereis.

6 – E porei nervos sobre vós, e farei crescer carne sobre vós, e sobre vós estenderei pele, e porei em vós o espírito, e vivereis, e sabereis que eu sou o Senhor.

7 – Então profetizei como se me deu ordem; e houve um ruído, enquanto eu profetizava; e eis que se fez um reboliço, e os ossos se juntaram, cada osso ao seu osso.

9 – E ele me disse: Profetiza ao espírito, profetiza, ó filho do homem, e dize ao espírito: Assim diz o Senhor JEOVÁ: Vem dos quatro ventos, ó espírito, e assopra sobre estes mortos, para que vivam.

10 – E profetizei como ele me deu ordem: então o espírito entrou neles e viveram, e se puseram em pé, um exército grande em extremo

12 – Portanto profetiza, e dize-lhes: Assim diz o Senhor JEOVÁ: Eis que eu abrirei as vossas sepulturas, e vos farei sair das vossas sepulturas, ó povo meu, e vos trarei à terra de Israel.

14 – E porei em vós o meu espírito, e vivereis, e vos porei na vossa terra, e sabereis que eu, o Senhor, disse isto, e o fiz, diz o Senhor.

Lendo essa profecia de Ezequiel podemos ver como é tremendo o poder de Deus e nela você percebe que no momento da ressurreição Deus soprará em nós o espírito de vida novamente, como fez com Adão no principio, e também nesse texto cai por terra a teoria de que espírito ressuscita, sendo que na verdade a ressurreição acontece quando Deus sopra novamente o espírito para o corpo.

E como seremos após a ressurreição? 

I João 3:2 – Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos.

Olha o que João diz: que ainda não é manifesto o que havemos de ser, mas quando Jesus se manifestar, ou seja, na Sua volta, seremos semelhantes a Ele, e o apóstolo Paulo confirma isso ao povo de Filipos.

Vejamos:

Filipenses 3:20 e 21 – Mas a nossa cidade está nos céus, donde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo.

Que transformará o nosso corpo abatido, para ser conforme o seu corpo glorioso, segundo o seu eficaz poder de sujeitar também a si todas as coisas.

Paulo ensina que nosso corpo será transformado conforme o corpo glorioso de Cristo, semelhante ao da Sua ressurreição.

Quando iremos ressuscitar?

De fato até hoje a ressurreição dos mortos ainda não aconteceu, somente Jesus ressuscitou para nossa justificação, vamos perceber que as próximas referências Bíblicas mesmo depois da morte e ressurreição de Cristo tratam o assunto como um acontecimento para o futuro.

Veja o que Paulo fala:

2 Timóteo 2:18 – Os quais se desviaram da verdade, dizendo que a ressurreição era já feita, e perverteram a fé de alguns.

Paulo alerta que tem irmãos desviando da verdade e pervertendo a fé de alguns por dizerem que a ressurreição já era feita e como podemos expressar que já aconteceu uma ressurreição de espírito?

Veja agora o que o nosso Senhor Jesus disse:

João 6:39 e 40 – E a vontade do Pai que me enviou é esta: que nenhum de todos aqueles que me deu se perca, mas que o ressuscite no último dia.

Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: que todo aquele que vê o Filho, e crê nele tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia.

Vejamos que Jesus expressa que nossa ressurreição será no último dia, e também lendo a Palavra, vemos que realmente essa era a base de ensino deles, vejamos no diálogo entre Jesus e Marta:

João 11:23 e 24 – Disse-lhe Jesus: Teu irmão há de ressuscitar. 

Disse-lhe Marta: Eu sei que há de ressuscitar na ressurreição do último dia. 

Quando é o último dia?

Em Atos fala que da mesma maneira que Jesus foi ao céu, Ele irá voltar, e o Próprio Senhor declarou que Ele voltaria para buscar a sua igreja, vejamos abaixo:

Atos 1:11 – Os quais lhe disseram: Varões galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir. 

I Tessalonicenses 4:16 e 17

Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.

Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor. 

Paulo ensina que na volta de Jesus, os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro, olha o verbo, ressuscitarão é futuro, os que morreram não ressuscitaram ainda, porque será somente na volta do Senhor e os que estiverem vivos nesta volta serão arrebatados e transformados para corpo glorioso. E veja mais em outro texto de Paulo que relata a ressurreição dos mortos um acontecimento para o futuro.

I Coríntios 15:20 – Mas agora Cristo ressuscitou dos mortos, e foi feito as primícias dos que dormem.

22 – Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo.

23 – Mas cada um por sua ordem: Cristo as primícias, depois os que são de Cristo, na sua vinda.

51 – Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados,

52 – Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.

54 – E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória.

No texto acima explica que todos morrem em Adão, morrem é presente, as pessoas estão morrendo devido ao pecado de Adão, mas serão vivificados em Cristo, perceba que os mortos serão e não são vivificados e novamente o texto fala que os mortos ressuscitarão, no futuro, na volta do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

E a teoria que ensinam que após a morte se torna “anjo” ou semelhante a eles, é eliminada porque ainda não houve ressurreição. Mateus 22:30 – Porque, na ressurreição, nem casam, nem se dão em casamento; são, porém, como os anjos no céu.

Fica claro que mesmo assim não seremos anjos, apenas na ressurreição não iremos nos casar, comos os anjos não se casam.

O Arrebatamento 

A Bíblia fala em Daniel 12 que “haverá um tempo de angústia, qual nunca houve” e Jesus confirma em Mateus 24:15 o que Daniel profetizou quando dizia a respeito de sua volta e do fim. Esse é um período conhecido pelos cristãos como a “grande tribulação” que também está registrado no livro Apocalipse a partir do capítulo 6 com a abertura dos selos, toque das trombetas e as taças derramadas. Em Apocalipse fala que haverá fome, pestes, guerras, terremotos, bramidos no mar, pestes sobre as águas, calores (aquecimento global Apoc. 16:8 e 9) e o aparecimento de um líder religioso e político que governará o mundo, proclamará uma falsa paz e perseguirá a todos que não aceitar seu tratado, este tempo é conhecido como período da Besta.

Você já parou para pensar sobre isso? Você ou sua geração, filhos e netos passando por isso? Acredito que ninguém quer passar por este período e nem que tua geração passe.

A Bíblia nos revela uma esperança, uma saída, mas somente para todos aqueles que entregaram suas vidas completamente para Cristo, todos que são fiéis a Verdade do Senhor, é o momento que a grande maioria dos cristãos acredita como o “Arrebatamento da Igreja”.

O que significa arrebatar?

Arrancar; tirar com violência; levar;

A Bíblia diz em Daniel 12
1  E NAQUELE tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta pelos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que se achar escrito no livro.

Quando Daniel está falando do tempo de angústia ele nos deixa uma palavra de esperança, que Deus irá livrar o teu povo daquele tempo, todos que tiverem seu nome escrito no livro.

Em Lucas 21:36 diz: Vigiai pois em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer e de estar em pé diante do Filho do homem.

O Senhor Jesus quando falava a respeito da grande tribulação em Lucas, também nos deixa uma palavra de esperança dizendo pra gente vigiar e orar para que sejamos dignos de evitar as coisas que vão acontecer e estar em pé diante dEle.

Quando Jesus fala de sua volta em todos os evangelhos Ele divide por etapas, esta é a primeira:

Mateus 24

15  Quando pois virdes que a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel, está no lugar santo; quem lê, atenda;

30  Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.

31  E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus.

38  Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca,

39  E não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos-assim será também a vinda do Filho do homem.

40  Então, estando dois no campo, será levado um, e deixado o outro;

41  Estando duas moendo no moinho será levada uma, e deixada outra.

Nesta primeira etapa Ele fala do tempo de angústia profetizado por Daniel e de sua volta enviando os anjos para ajuntar os escolhidos, perceba que são apenas os escolhidos e logo abaixo Ele deixa um exemplo de duas pessoas a qual uma será levada e outra será deixada.

Em 1 Coríntios 15 diz:

23  Mas cada um por sua ordem: Cristo as primícias, depois os que são de Cristo, na sua vinda. 

Paulo fala de uma ordem para a ressurreição, Cristo as primícias e depois os que são de Cristo na sua vinda. As primícias, os primeiros (os arrebatados e a primeira ressurreição dos mortos).

Em Apoc. 7 : 9  – Depois destas coisas olhei, e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono, e perante o Cordeiro, trajando vestes brancas e com palmas nas suas mãos;

Haverá um arrebatamento para o céu.

Apocalipse 19

1  E, depois destas coisas ouvi no céu como que uma grande voz de uma grande multidão, que dizia: Aleluia! Salvação, e glória, e honra, e poder pertencem ao Senhor nosso Deus;

6  E ouvi como que a voz de uma grande multidão, e como que a voz de muitas águas, e como que a voz de grandes trovões, que dizia: Aleluia! pois já o Senhor Deus Todo-Poderoso reina.

Perceba nesses textos que há uma multidão no céu declarando a Salvação quando Jesus vem para eliminar a besta e estabelecer o reino. 

O Arrebatamento da Igreja acontecerá quando iniciar o período da grande tribulação, pois o Senhor irá voltar para levar os seus escolhidos, até os que estiverem mortos, pois serão ressuscitados, como os que estiverem vivos, pois serão transformados confirmando o que Paulo disse em I Tessalonicenses 4:16 e 17

Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.

Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.

Após os fiéis serem tirados da terra o período da grande tribulação continua e a besta reinará e estabelecerá as suas regras e muitos duvidosos verão as escrituras se cumprindo e neste momento de dor muitos aceitarão a Cristo, mas sofrerá as perseguições.

Apocalipse 9

6  E naqueles dias os homens buscarão a morte, e não a acharão; e desejarão morrer, e a morte fugirá deles.

E neste tempo o Senhor enviará duas testemunhas dando mais uma oportunidade ao mundo para que vejam e ouçam a Palavra de Deus, veja:

Apocalipse 11

E darei poder às minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco.

4  Estas são as duas oliveiras e os dois castiçais que estão diante do Deus da terra.

5  E, se alguém lhes quiser fazer mal, fogo sairá da sua boca, e devorará os seus inimigos; e, se alguém lhes quiser fazer mal, importa que assim seja morto.

6  Estes têm poder para fechar o céu, para que não chova, nos dias da sua profecia; e têm poder sobre as águas para convertê-las em sangue, e para ferir a terra com toda a sorte de pragas, todas quantas vezes quiserem.

E, quando acabarem o seu testemunho, a besta que sobe do abismo lhes fará guerra, e os vencerá, e os matará.

8  E jazerão os seus corpos mortos na praça da grande cidade que espiritualmente se chama Sodoma e Egito, onde o seu Senhor também foi crucificado.

9  E homens de vários povos, e tribos, e línguas, e nações verão seus corpos mortos por três dias e meio, e não permitirão que os seus corpos mortos sejam postos em sepulcros.

10  E os que habitam na terra se regozijarão sobre eles, e se alegrarão, e mandarão presentes uns aos outros; porquanto estes dois profetas tinham atormentado os que habitam sobre a terra.

11  E depois daqueles três dias e meio o espírito de vida, vindo de Deus, entrou neles; e puseram-se sobre seus pés, e caiu grande temor sobre os que os viram.

12  E ouviram uma grande voz do céu, que lhes dizia: Subi cá. E subiram ao céu em uma nuvem: e os seus inimigos os viram. 

As duas testemunhas profetizarão e pregarão até o tempo determinado em que a besta fará guerra contra elas e as vencerás, e colocarás seus corpos na praça da grande cidade, entendo que ali a besta reunirá emissoras de TV de todo mundo para que vejam as testemunhas mortas cumprindo o verso 9, mas quando o mundo estiver vendo e comemorando pela TV a morte das testemunhas de Deus, haverá uma grande demonstração do poder de Deus perante o mundo, pois elas ressuscitarão e subirão ao céu.

Mas o período da besta continuará por mais um pouco de tempo:
Apocalipse 13:5  E foi-lhe dada uma boca para proferir grandes coisas e blasfêmias; e deu-se-lhe poder para continuar por quarenta e dois meses. 

E muitos serão convertidos com o testemunho das duas testemunhas e durante esse período continuarão sendo perseguidos e mortos pela besta.

Apocalipse 13

E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação.

Apocalipse 13

16  E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas;

17  Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. 

Vemos nos textos acima a grande dificuldade que os cristãos deste período vão passar, a qual nós hoje não queremos passar nem que nossa geração passe, por isso vamos vigiar e orar para quando o Senhor vier para buscar a sua igreja estejamos com nossos nomes escritos no livro.

Apocalipse 14

12  Aqui está a paciência dos santos: aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé de Jesus.

13  E ouvi uma voz do céu, que me dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito para que descansem dos seus trabalhos, e as suas obras os sigam. 

O Milênio

Quando a besta estiver reinando e dominando o mundo e muitos o adorando, Jesus voltará novamente com seus remidos para vencer a besta, prender o diabo e estabelecer seu reino aqui na terra durante mil anos.

Muitos não acreditam que o reino do milênio (1000 anos) registrado em Apocalipse 20 será aqui na terra ou que acontecerá de forma literal, mas as evidências bíblicas tanto no Antigo como no Novo Testamento indicam que sim, haverá sim um reino de mil anos aqui na terra liderado por Cristo, vamos aos textos:

Apocalipse 19

11  E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco: e o que estava assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro; e julga e peleja com justiça.

12  E os seus olhos eram como chama de fogo; e sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito, que ninguém sabia senão ele mesmo.

13  E estava vestido de uma veste salpicada de sangue; e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus.

14  E seguiam-no os exércitos no céu em cavalos brancos, e vestidos de linho fino, branco e puro.

15  E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-poderoso.

16  E no vestido e na sua coxa tem escrito este nome: Rei dos reis, e Senhor dos senhores.

19  E vi a besta, e os reis da terra, e os seus exércitos reunidos, para fazerem guerra àquele que estava assentado sobre o cavalo, e ao seu exército.

20  E a besta foi presa, e com ela o falso profeta, que diante dela fizera os sinais, com que enganou os que receberam o sinal da besta, e adoraram a sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no ardente lago de fogo e de enxofre.

21  E os demais foram mortos com a espada que saía da boca do que estava assentado sobre o cavalo, e todas as aves se fartaram das suas carnes.

O que é Reger?

Governar

O texto de Apocalipse 19 mostra Jesus voltando com seu exército formado na ressurreição como diz em Ezequiel 37, para ferir e reger (governar) as nações mostrando ser o Reis dos reis, Senhor dos senhores e condenando e besta e o falso profeta e os que receberam o sinal e adoraram sua imagem serão mortos.

Apocalipse 20

1  E VI descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão.

Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos.

3  E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que mais não engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto, por um pouco de tempo.  

O Diabo é preso para não enganar mais as nações durante os mil anos, pois Cristo e seus remidos as regerão.

Percebemos que Cristo volta a terra julga a besta e o falso profeta e vem para reger as nações, o anjo que tem a chave do abismo desce do céu e prende o Diabo, se o milênio não fosse aqui na terra não haveria necessidade de prender o Diabo, pois não haveria a quem enganar.

Eu disse acima que quando Jesus fala de sua volta Ele a fala por etapas, lemos a do capítulo 24 de Mateus, agora vamos ao 25.

Mateus 25

31  E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória;

32  E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas;

33  E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda.

No cap. 25, Ele assenta no trono e as nações são reunidas (Milênio na terra) e depois acontecerá a separação final. (Juízo)

1 Coríntios 15

23  Mas cada um por sua ordem: Cristo as primícias, depois os que são de Cristo, na sua vinda.

24  Depois virá o fim, quando tiver entregado o reino a Deus, ao Pai, e quando houver aniquilado todo o império, e toda a potestade e força.

25  Porque convém que reine até que haja posto a todos os inimigos debaixo de seus pés. 

Depois virá o fim, quando houver aniquilado império, potestade e força e esse império, potestade e força que são daqui da terra, o vers. 25 diz convém que reine até que haja posto a todos os inimigos debaixo de seus pés. Jesus vai reinar aqui para colocar todos os inimigos debaixo de seus pés, no céu Ele não tem inimigo, por isso o reino milenar será na Terra.

Jesus e os fiéis salvos vão governar a terra, e haverá povos na terra que antes do Milênio não aceitaram o sinal da besta, mas também não se converteram.

Nisso se cumpre os textos abaixo:

Apocalipse 2

26  E ao que vencer, e guardar até ao fim as minhas obras, eu lhe darei poder sobre as nações,

27  E com vara de ferro as regerá: e serão quebradas como vasos de oleiro; como também recebi de meu Pai.

Os fiéis terão poder sobre as nações e vai regê-las com Cristo.

Cumprindo as Palavras abaixo:

Apocalipse 5

9  E cantavam um novo cântico, dizendo: Digno és de tomar o livro, e de abrir os seus selos; porque foste morto, e com o teu sangue compraste para Deus homens de toda a tribo, e língua, e povo, e nação;

10  E para o nosso Deus os fizeste reis e sacerdotes; e eles reinarão sobre a terra. 

Daniel 7

27  E o reino, e o domínio, e a majestade dos reinos debaixo de todo o céu serão dados ao povo dos santos do Altíssimo: o seu reino será um reino eterno, e todos os domínios o servirão, e lhe obedecerão.

Perceba os detalhes dos textos apresentado acima, teremos poder sobre nações, vamos regê-las, o Senhor fez reis e sacerdotes que reinarão sobre a terra e em Daniel abre mais a mente confirmando essa palavra: reino, domínio e majestade dos reinos abaixo de todo o céu serão dados ao povo dos santos do Altíssimo, e todos os domínios o servirão, e lhe obedecerão.

Ou seja, o texto fala que haverá povos na terra que serão dados ao povo de Deus para que os obedeçam, isso não é possível no céu uma vez que lá só entram povo de Deus, não tem outros povos lá.

Apocalipse 20

4  E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos.

Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição.

6  Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição: sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos.

Jesus virá com os seus remidos, condenará a besta e morrerão os que adoraram a sua imagem, ressuscitarão todos os fiéis do período da grande tribulação do reinado da besta, estabelecerá o seu reino pois existirá muitos povos que não adoraram a besta mas que também não se converteram e durante os mil anos serão governado por Cristo e os fiéis, mas estarão nascendo, vivendo e morrendo pois são homens comuns, e isso será até que o último inimigo seja aniquilado, a morte.

1 Coríntios 15

25  Porque convém que reine até que haja posto a todos os inimigos debaixo de seus pés.

26  Ora o último inimigo que há de ser aniquilado é a morte.  

Por isso que o Reino Milenar será na terra, pois é onde estão os inimigos e onde está a morte.

Juízo Final

Apocalipse 20

7  E, acabando-se os mil anos, Satanás será solto da sua prisão,

E sairá a enganar as nações que estão sobre os quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, para as ajuntar em batalha.

9  E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade amada; mas desceu fogo do céu, e os devorou.

10  E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre.

Acabando os mil anos o Diabo será solto e sairá a enganar as nações que estão sobre a Terra e enganará a muitos, pois são pessoas comuns e pecadoras que estarão vivendo no Reino de Cristo e essas pessoas que foram enganadas foram ajuntadas para fazer batalha contra os santos (Fiéis ressuscitados no arrebatamento que voltaram com Cristo e fiéis ressuscitados após o período da besta) e contra Cristo na cidade amada (Jerusalém).

Você pode se perguntar, por que Deus soltará o Diabo para enganar as nações que estão vivendo no Reino de Cristo?

Justamente para provar quem realmente está sendo fiel ao reinado de Cristo uma vez que estão vivendo sem provações.

E quando saírem para guerrear contra os santos e ao Senhor Jesus descerá fogo do céu e os devorará e o Diabo será lançado no lago de fogo.

Apocalipse 20

11  E vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu; e não se achou lugar para eles.

12  E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante do trono, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida: e os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras.

13  E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras.

14  E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo: esta é a segunda morte.

15  E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo.

Entendemos que Jesus venceu o pecado, se fazendo pecador por nós, sendo o nosso sacrifício para remissão de nossos pecados e vence a morte ressuscitando ao terceiro dia.

Os pecados de um homem só podem ser perdoados a partir do momento que ele aceita o sacrifício de Jesus na cruz, fora isso, não há purificação de pecados, portando Jesus é o único Caminho para que possamos entrar no Reino, o homem precisa confessar Jesus como único e suficiente Salvador.

Agora o fato de Jesus ter vencido a morte, isso é válido para todos, porque Jesus venceu a “morte”, e a mesma será lançada no lago de fogo no juízo final. Apoc. 20:14

Esta vitória de Jesus sobre a morte fará com que justos e injustos sejam ressuscitados, como profetizou Daniel no cap. 12, diz assim no verso 2 - E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno. 

Daniel profetiza que serão duas ressurreição, uma para vida e outra para desprezo eterno, e Jesus também confirma essa palavra em João 5:28 e 29 - Não vos maravilheis disto; porque vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz.

E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida; e os que fizeram o mal para a ressurreição da condenação.

Jesus expressa que todos os que estão nos sepulcros ouviram a sua voz, e ambos ressuscitarão, bons e maus, porém apenas a parte que aceitou Jesus obteve o perdão dos pecados e nisso também se cumprirá as palavras que dizem que todo o olho o verá, e todo joelho se dobrará, e toda língua confessará que Jesus é o Senhor, porém alguns farão isso somente Naquele dia, e tarde demais para receberem o perdão.

Em Atos 24:15 confirma mais uma vez isto, dizendo: Tendo esperança em Deus, como estes mesmos também esperam, de que há de haver ressurreição de mortos, assim dos justos como dos injustos.

Neste texto deixa claro que ainda não houve ressurreição, diz que há de haver (futuro), e deixa claro que haverá será de justos e injustos.

E o próprio Senhor Jesus será o Juiz.
Atos 10:42  E nos mandou pregar ao povo, e testificar que ele é o que por Deus foi constituído juiz dos vivos e dos mortos.

2 Timóteo 4:1 CONJURO-TE pois diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino, 

Existem algumas seitas que hoje auto se constituem juízes dos mortos, acreditando ordenar supostos espíritos de mortos a uma espécie de fogo purificador (purgatório) para pagar sua pena (pecados), mas a Palavra de Deus é clara que o Senhor Jesus que há de julga os vivos e os mortos.

E diante do trono estarão grandes e pequenos, desde uma pessoa desconhecida da sociedade até Adolf Ritler, Saddam Hussein, Bin Laden e etc, ninguém escapará do Grande dia do Juízo e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida: e os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. Os livros que serão abertos é a própria Bíblia Sagrada, em João 12:48 Jesus disse: Quem me rejeitar a mim, e não receber as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o há de julgar no último dia.

E o livro da vida é o que estará registrado se você estará salvo ou condenado e só estará salvo todo aquele que lavar sua veste no sangue do Cordeiro, pois você acredita que suas obras o salvará?

Não há nada que possamos fazer neste mundo, nem que eu seja a melhor pessoa do mundo, nem que eu seja o mais amoroso e caridoso que existe na face da terra, nada pode me garantir a salvação e a entrada no Reino de Deus somente o Sangue de Cristo.

Apocalipse 22

14  Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestiduras no sangue do Cordeiro, para que tenham direito à árvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas.

Apocalipse 21

1  E VI um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. 

3  E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus.

E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas.

5  E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis.

6  E disse-me mais: Está cumprido: Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida.

Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho.

8  Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicários, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte.  

22  E nela não vi templo, porque o seu templo é o Senhor Deus Todo-poderoso, e o Cordeiro.

23  E a cidade não necessita de sol nem de lua, para que nela resplandeçam, porque a glória de Deus a tem alumiado, e o Cordeiro é a sua lâmpada.

24  E as nações andarão à sua luz; e os reis da terra trarão para ela a sua glória e honra.

25  E as suas portas não se fecharão de dia, porque ali não haverá noite.

26  E a ela trarão a glória e honra das nações.

27  E não entrará nela coisa alguma que contamine, e cometa abominação e mentira; mas só os que estão inscritos no livro da vida do Cordeiro 

Apocalipse 22

3  E ali nunca mais haverá maldição contra alguém; e nela estará o trono de Deus e do Cordeiro, e os seus servos o servirão.

E verão o seu rosto, e nas suas testas estará o seu nome.

5  E ali não haverá mais noite, e não necessitarão de lâmpada nem de luz do sol, porque o Senhor Deus os alumia; e reinarão para todo o sempre.

6  E disse-me: Estas palavras são fiéis e verdadeiras; e o Senhor, o Deus dos santos profetas, enviou o seu anjo, para mostrar aos seus servos as coisas que em breve hão de acontecer.

7  Eis que presto venho: Bem-aventurado aquele que guarda as palavras da profecia deste livro.

17  E o Espírito e a esposa dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida.

Conclusão

Concluímos que toda a teoria falsa diante da Palavra de Deus cai por terra, ficando descartada a idéia de que a ressurreição já aconteceu ou está acontecendo, e também de que existe ressurreição de espírito, sendo que o espírito não morre. 

Aprendemos neste estudo o motivo da morte que foi o pecado, e a solução para o pecado e a morte que é Cristo, ficando claro que haverá o arrebatamento da igreja, que o milênio será aqui na terra e a ressurreição irá acontecer tanto de justo como de injusto quando o Senhor voltar para julgar os vivos e os mortos. 

Com certeza para alguns fica a dúvida, então o que acontece após a morte?

Isto seria assunto para outro estudo, onde poderei entrar com mais detalhes, mas deixarei algumas referências abaixo: 

Hebreus 9 : 27 e 28 - E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo,

Assim também Cristo, oferecendo-se uma vez, para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para a salvação.

O texto acima está dizendo, que o após a morte, resta apenas esperar o juízo, a volta de Jesus. Em II Timóteo 4: 8 – Paulo quando prevê a sua morte diz: Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda. 

Paulo alega que apenas vai receber a coroa da justiça naquele dia, e não na sua morte, e mais, ele diz no versículo 18 assim: E o Senhor me livrará de toda a má obra, e guardar-me-á para o seu reino celestial; a quem seja glória para todo o sempre. Amém.

Perceba o que Paulo diz, que o Senhor o guardará para o reino celestial, ele não irá direto para o reino.

E para os injustos em II Pedro 2:9 – diz: Assim, sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar os injustos para o dia do juízo, para serem castigados;

Com base neste texto entendemos que os injustos estarão reservados para serem castigados no dia do juízo. 

Para ser ter uma base maior leia a Parábola do Rico e Lázaro em Lucas 16 a partir do verso 19. 

E que este estudo possa trazer frutos para nossas vidas, e com certeza Naquele Grande Dia, o Senhor Jesus nos reconhecerá através de nossos frutos.

Mateus 12:36 – Mas eu vos digo que de toda a palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no dia do juízo.

Que a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus Pai e a comunhão do Espírito Santo possa estar em todos hoje e para todo sempre. Amém!

Ass. Irmão Adriano Palomares

No Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


1 + 2 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>